Stock Car

Di Grassi larga dos boxes, chega em 4º na corrida 2 em Goiânia e vibra: “Minha melhor corrida na Stock Car”

Lucas Di Grassi teve uma das suas melhores atuações da temporada. Depois de ter recolhido para os boxes na corrida 1, o piloto da Hero largou dos boxes na segunda prova do fim de semana em Goiânia e não subiu ao pódio por muito pouco: “Foi uma prova sensacional”, disse
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Lucas Di Grassi (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
A empolgante 11ª e penúltima etapa da temporada 2018 da Stock Car, disputada no último domingo (4) em Goiânia, foi talvez a mais empolgante de todo o campeonato. E, para Lucas Di Grassi, vai ficar registrada na memória após uma atuação irretocável na corrida 2. O piloto da Hero, que abandonou a primeira prova da rodada dupla, teve de largar dos boxes para a segunda disputa do dia. De último na fila, Lucas escalou o pelotão e terminou na quarta colocação, apenas 1s780 atrás de Felipe Fraga, o terceiro colocado na prova.
 
A jornada de Di Grassi foi ainda mais complicada porque, além de sair de último lugar dentre os 28 que fizeram a corrida 2 — com problemas, Cacá Bueno não largou —, o piloto contou com apenas quatro acionamentos do botão de ultrapassagem, o que é sempre um diferencial por conta da grande reta dos boxes de Goiânia.
 
Desta forma, ganhar nada menos que 24 posições em pouco mais de 40 minutos de uma prova de pura performance deixou Di Grassi bastante feliz. “A minha melhor corrida na Stock Car”, comemorou o piloto por meio das suas redes sociais.
Lucas Di Grassi foi um dos grandes nomes da corrida 2 em Goiânia (Foto: Victor Eleutério/Hero Motorsport)
“Foi uma corrida bastante exaustiva porque tive de largar do box e, quando me autorizaram a entrar na pista, eu já tinha uma reta de desvantagem para o último colocado”, explicou Di Grassi.
 
“Eu tinha menos pushs e, nesta pista, isso foi uma desvantagem séria. Consegui fazer as ultrapassagens que precisava e, por pouco, não cheguei ao pódio. Foi uma prova sensacional, daquelas que dá orgulho de ter feito”, destacou.
 
Com o resultado deste fim de semana, Di Grassi, que marcou 12 pontos em Goiânia, agora tem 127 tentos no campeonato e está em 11º lugar, ficando apenas dois pontos atrás de Thiago Camilo, que fecha o top-10. 
 
Lucas, que ficou fora das etapas de Santa Cruz do Sul e Londrina em razão de compromissos com a FE, acelera novamente o carro #11 da Hero entre os dias 7 e 9 de dezembro na disputa da etapa final da temporada 2018 da Stock Car, em Interlagos. Em seguida, o piloto embarca para a Arábia Saudita para a prova que vai abrir a quinta temporada da FE.