Equilíbrio é palavra de ordem na disputa de título da Stock Car em 2022

Ao menos cinco postulantes ao título saltam aos olhos até o momento. Pouca diferença entre pilotos e montadoras dá o tom da Stock em Goiânia

Parece pouco tempo para se fazer alguma projeção para a temporada 2022 da Stock Car além do óbvio: o rodízio de vencedores será uma constante, o campeonato será decidido nos mínimos detalhes e qualquer falha durante o percurso será crucial para definir o campeão neste ano.

Porém, ao final da etapa de Goiânia neste domingo (20), as duas vitórias de Rubens Barrichello mexeram bastante na tabela de classificação e, sim, colocaram o piloto da Full Time como um dos favoritos ao troféu de 2022. O carro é bom e muito bem acertado, diferente do que foi visto na Corrida de Duplas, quando uma batida do seu filho, Dudu, deixou Rubens zerado na pontuação.

Há de se destacar que, estar ao menos entre os cinco primeiros em todas as provas, é uma excelente estratégia para ser um dos favoritos ao título. Pois, nesse cenário, deve-se colocar o campeão do ano passado, Gabriel Casagrande – que foi quinto na corrida 1 -, e o tricampeão Daniel Serra – vice em 2021 -, que entende como poucos o funcionamento do regulamento. Serra só veio para Goiânia no domingo e, mesmo assim, ficou em quarto na corrida 2.

Gabriel Casagrande lidera este início de temporada e busca o bi na Stock Car (Foto: Duda Bairros)

Outro que já podemos inserir nesta lista de favoritos é Thiago Camilo, da Ipiranga Racing. Foram 31 pontos somados nas duas corridas em Goiânia, só abaixo de Cesar Ramos e o próprio Barrichello. O terceiro lugar na temporada passada o deixou mordido e com sede para, enfim, quebrar esse tabu e partir para uma conquista inédita na carreira.

Fechando o top-5 até o momento da classificação, temos um Ramos que, nesta etapa, mostrou-se mais combativo do que em Interlagos, onde amargou um xoxo 12º lugar. Tem carro o suficiente para ser mais incisivo nas próximas etapas que vem por aí na categoria.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

E, para fechar, a diferença dos carros da Chevrolet e Toyota não são tão grandes assim como na temporada passada, o que é bom para a Stock Car. No placar de vitórias entre montadores, o empate de 2 a 2 e de pole positions em 1 a 1 mostra um equilíbrio que deve ser a tônica de 2022.

A palavra de ordem até aqui é equilíbrio. E é com este enredo que a Stock Car volta ao Rio de Janeiro em abril, depois de uma ausência de dez anos no calendário da categoria. A pista desenhada dentro do Aeroporto do Galeão será uma novidade para os 34 pilotos do grid e dará um novo rumo para esta temporada. O GRANDE PRÊMIO cobre todas as ações.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar