Stock Car

Equipe Medley-Full Time anuncia dispensa de Marcos Gomes diante de suspensão por caso de doping

Contra “qualquer atitude que não contribua para a promoção de saúde e bem-estar”, equipe Medley-Full Time inicia processo de rescisão de contrato com Marcos Gomes, suspenso das pistas por um ano

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

Suspenso por um ano por ter sido flagrado no exame antidoping na etapa do Velopark da Stock Car, em maio, Marcos Gomes não deve continuar como piloto da Medley-Full Time. Em nota divulgada à imprensa na tarde desta quinta-feira (23), a equipe informou que já iniciou o processo de rescisão com o paulista, cujo contrato era válido até dezembro deste ano.

Julgado na noite de ontem (22), Gomes ainda não teve sua pena anunciada oficialmente pela Confederação Brasileira de Automobilismo, que aguarda pelo envio de um documento por parte do STJD, mas está fora da etapa de Salvador da categoria, que acontece neste domingo (26).

Gomes foi pego no exame antidoping na etapa do Velopark (Foto: Duda Bairros/ Vicar)

No comunicado, a Medley-Full Time afirmou que “apóia integralmente a política de controle antidopagem desenvolvida pela Stock Car e reitera seu repúdio a qualquer atitude que não contribua para a promoção de saúde e bem-estar”. A substância proibida acusada pelo exame antidoping do piloto não foi divulgada pela Comissão Disciplinar, que lhe aplicou a sentença.

“O anúncio do substituto de Marcos Gomes para a prova deste fim de semana de Salvador será feito nas próximas horas”, informou o time. Gomes ocupa a décima posição no campeonato de 2012 da Stock Car, com 56 pontos somados nas seis primeiras corridas do ano.