Stock Car

Foresti ‘troca’ de lugar com Casagrande e acerta com Vogel para temporada 2019 da Stock Car

Lucas Foresti vai defender a equipe chefiada por Mauro Vogel e Gualter Salles na próxima temporada, substituindo Gabriel Casagrande, que vai ser companheiro de Felipe Fraga e Cacá Bueno em 2019. O brasiliense de 26 anos parte para sexto ano completo como piloto da Stock Car

Warm Up, de São Paulo / FERNANDO SILVA, de Interlagos
A dança das cadeiras para a temporada 2019 da Stock Car teve mais uma mudança anunciada na manhã deste domingo (9). Às vésperas da grande final em Interlagos, Lucas Foresti confirmou sua ida para a Vogel. O brasiliense de 26 anos faz o caminho inverso ao de Gabriel Casagrande, que deixa o time comandado por Mauro Vogel e Gabriel Casagrande para ser companheiro de Felipe Fraga e Cacá Bueno no ano que vem. Foresti, dono de uma vitória na Stock Car, obtida em 2015, parte para sua sexta temporada completa.
 
Em 2018, correndo como piloto da Cimed, Foresti não teve um ano fácil, tendo como melhores resultados dois sextos lugares, na corrida 1 da etapa do Velopark e na prova que abriu a rodada dupla de Santa Cruz do Sul. Neste domingo, Lucas tem tudo para marcar seu melhor resultado do ano. O piloto do carro #12 larga na sétima posição em Interlagos, com a prova rendendo pontuação dobrada.
 
Foresti leva para a Vogel sua gama de patrocinadores. Vai ser a quinta equipe do piloto na Stock Car depois de passagens pela RC3 Bassani, AMG, Full Time e, neste ano, pela Cimed.
Lucas Foresti ao lado dos novos chefes, Gualter Salles e Mauro Vogel (Foto: Marcus Cicarello/BVP)
“Estou bastante animado em competir na Vogel, uma equipe carregada de história e chefiada por duas pessoas muito experientes, como o Mauro e o Gualter, com quem me dou muito bem”, comentou o piloto, que já conta com 106 largadas como piloto da Stock Car.
 
Salles, ex-piloto e parceiro de Mauro Vogel na gestão da equipe sediada em Petrópolis, destacou a oportunidade de trabalhar com Lucas, piloto que despontou nas categorias de monopostos no início da década antes de chegar à Stock Car.
 
“A gente está muito feliz na Vogel com a chegada do Lucas. Já venho conversando com ele há alguns anos tentando trazer para a equipe, desde quando ele despontou em 2015, mostrando que ele vai ter toda a atenção e dedicação para voltar aos melhores dias”, disse Gualter.
 
“A gente sabe que, com a dedicação do Mauro e o caminho que pretendemos seguir com ele, o mesmo que seguimos com o Fraga e o Casagrande, esperamos obter excelentes resultados já no primeiro ano. Nossa equipe está crescendo muito na segunda metade de 2018, e a gente espera continuar esse desenvolvimento. Tem tudo para ser um ano que promete”, finalizou.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ a etapa final da Stock Car em Interlagos com Felipe Noronha, Fernando Silva e Rodrigo Berton.