Stock Car

Fraga aprova carro em dia de treinos livres em Interlagos e prevê: “Acho que a gente briga pela pole”

Felipe Fraga e Daniel Serra alcançaram posições intermediárias nos dois treinos livres desta sexta-feira. Contudo, a diferença para os primeiros colocados se deve muito aos pneus velhos usados nas duas sessões. Para sábado, a expectativa do piloto da Cimed é de lutar lá na frente
Warm Up, de São Paulo / FERNANDO SILVA, de Interlagos
 Felipe Fraga (Foto: Duda Bairros/Stock Car/Vipcomm)
No que diz respeito às posições obtidas nos dois treinos livres desta sexta-feira (7) de Stock Car em Interlagos, Daniel Serra e Felipe Fraga obtiveram tempos discretos. Mas é preciso relativizar as colocações por conta de um fator importante e que faz muita diferença: os pneus velhos utilizados nos trabalhos de pista durante o dia. Algo que tende a mudar drasticamente no sábado, quando os pilotos vão contar com pneus novos na luta pela pole-position, considerada crucial para um bom resultado na corrida que vai definir o grande campeão de 2018.
 
 
Na visão de Fraga, o comportamento do carro #88 da Cimed foi bastante positiva considerando as condições, sobretudo de pneus. “Foi bom. Estou feliz com o comportamento do meu carro. Não dá para saber ainda onde estou porque muita gente tem pneu novo por conta do ano, e como a gente foi bem em quase todas as corridas, não tenho muito pneu”, explicou.
Felipe Fraga se vê com potencial para lutar pela pole em Interlagos (Foto: Fernanda Freixosa/Stock Car/Vipcomm)
“Acho que o Daniel deve estar numa situação muito parecida.  Hoje não vale muito a posição em que a gente está na tabela. Mas estou me sentindo bem, o carro mais uma vez esteve bom. Nas condições que estava, acho que foi excelente. Vamos ver amanhã como vai ser com pneu novo, é trabalhar bastante, mas estou bem confiante. Acho que vai ser um bom fim de semana”, salientou o piloto da Cimed.
 
“Para as condições que eu tenho, foi muito bom, e acho que quando colocar pneu novo vai vir um tempo muito bom. Estou satisfeito com o carro e acho que a gente vai brigar pela pole”, complementou Fraga, ciente de que o ritmo de classificação e a consequente posição no grid de largada vão ser fundamentais para a decisão do título.
 
“Acho que, largando à frente dele, umas duas posições de vantagem, acho que seria o cenário perfeito para mim porque é bastante pressão pra cima dele. Tomara que a gente consiga se classificar à frente dele, mas não dá para esquecer que ele é muito rápido aqui, também foi bem hoje, então vai ser na hora, vamos ver o que vai acontecer”, finalizou.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ a etapa decisiva da Stock Car em Interlagos com Felipe Noronha, Fernando Silva e Rodrigo Berton.