Stock Car

Fraga triunfa em meio ao caos e vence corrida 1 da Stock Car em Buenos Aires. Camilo fecha à frente de Serra

Felipe Fraga brilhou no molhado e, mesmo sem jamais ter andado em Buenos Aires até este fim de semana, superou os líderes do campeonato para vencer a primeira prova do domingo. Thiago Camilo bateu Daniel Serra e acirrou a briga pelo título

Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré

Quem esperava ver outra grande batalhaenvolvendo os líderes do campeonato, Daniel Serra e Thiago Camilo, viu Felipe Fraga brilhar em Buenos Aires. O atual campeão da Stock Car, que jamais havia antes corrido no Autódromo Oscar y Juan Galvez, pilotou como um veterano e se deu bem mesmo diante das condições traiçoeiras da pista molhada, que resultou em um verdadeiro caos ao longo da prova, e triunfou na corrida 1 da tarde deste domingo (1). A disputa foi marcada por uma forte batida com Márcio Campos, que deu sorte ao não sofrer nenhuma lesão mais séria.

No contronto entre os protagonistas de 2017, Camilo levou a melhor sobre Serra e terminou na segunda posição, acirrando de vez a luta pelo título da temporada. Outro piloto que brilhou em Buenos Aires foi Diego Nunes, consolidando um grande fim de semana com o quarto lugar, enquanto Marcos Gomes fechou o top-5. Rubens Barrichello levou azar com um pneu furado e ficou pelo caminho. Ricardo Maurício foi o sexto, à frente de Valdeno Brito. Allam Khodair, Gabriel Casagrande e Átila Abreu fecharam a lista dos dez primeiros.

Com os resultados da primeira corrida, a diferença de Camilo para Serra caiu de 13 para nove pontos. Serrinha soma agora 259 tentos. Com a vitória em Buenos Aires, Fraga assumiu a terceira posição do campeonato e tem agora 204 pontos, contra 202 de Átila, que vai largar na primeira posição no grid da corrida 2 em razão da regra do grid invertido. 

Saiba como foi a corrida 1 da Stock Car em Buenos Aires

Como previsto pela meteorologia, a chuva foi a grande protagonista da rodada dupla de Buenos Aires, que marcoou o retorno da Stock Car à Argentina dez anos depois. O cronograma sofreu um atraso de uma hora justamente por conta da chuva, que deu as caras na região do autódromo desde as primeiras horas do domingo.

Por conta das condições da pista, a largada foi dada sob regime de safety-car, como é de praxe em tais circunstâncias na Stock Car. Daniel Serra e Thiago Camilo, os dois grandes protagonistas da temporada, dividiram a primeira fila, enquanto Átila Abreu partia da oitava posição, Cacá Bueno era o 14º e Rubens Barrichello, 17º.

A largada propriamente dita foi dada mesmo na terceira volta da prova. Com pouca aderência e a visibilidade do carro naturalmente prejudicada pela chuva, alguns pilotos já ficavam pelo caminho, como foi o caso de Denis Navarro e Guga Lima, que bateu na barreira de proteção. Assim, foi inevitável a entrada do safety-car. Era o começo do caos.
Fraga comemora vitória em Buenos Aires (Foto: Bruno Terena/RF1)
Com seis voltas, a corrida foi retomada com Felipe Fraga brilhando no molhado. Com a ajuda do botão de ultrapassagem, o campeão da Stock Car passou Camilo e, pouco depois, tomou de Serra a liderança da prova. Detalhe: o piloto da Cimed jamais havia andado antes em Buenos Aires até este fim de semana. Mais atrás, Antonio Pizzonia e Allam Khodair se enroscavam na curva 0, a última do circuito.

A corrida teve nova intervenção do safety-car depois que Márcio Campos aquaplanou e bateu muito forte a traseira do seu carro na barreira de proteção. Por muita sorte, o gaúcho não sofreu nenhuma lesão, apesar do seu carro ter ficado destruído. 
O estado do carro de Campos após o acidente em Buenos Aires (Foto: Reprodução)
Ao mesmo tempo, a janela de pit-stop obrigatório estava prestes a ser aberta. Antes, Fraga abriu a volta 14 na segunda relargada. Praticamente todos os pilotos da frente usaram o botão de ultrapassagem como forma de defender suas posições. No giro seguinte, boa parte dos pilotos foi aos boxes, inclusive Daniel Serra e Thiago Camilo. Havia uma grande expectativa para as paradas porque os boxes são todos muito próximos.

Mas as paradas, breves reabastecimentos para cumprir com o regulamento, foram feitas sem maiores problemas. Durante a janela, Camilo deu o bote e conseguiu passar Serrinha, enquanto Max Wilson rodava após um toque com Allam Khodair. Por muita sorte, o piloto da RC/Eurofarma não foi acertado por outro carro. E Barrichello, que retardou sua parada ao máximo, era o líder da corrida.

Quando Barrichello parou, na volta 19, uma antes do fechamento da janela, Fraga voltou à liderança da corrida, seguido por Camilo e Serra, que passava a ser atacado por Diego Nunes e Marcos Gomes, que faziam bela corrida. Em contrapartida, Júlio Campos enfrentava problemas e passava pela parte de barro na área de escape da pista.



Stock Car 2017, Buenos Aires, corrida 1, final: 

1 40 FELIPE FRAGA PA CIMED RACING Chevrolet 42:46.961
2 21 THIAGO CAMILO SP IPIRANGA RACING Chevrolet +3.546
3 29 DANIEL SERRA SP RC Chevrolet +5.498
4 70 DIEGO NUNES SP HERO Chevrolet +6.270
5 80 MARCOS GOMES SP CIMED Chevrolet +7.516
6 90 RICARDO MAURÍCIO SP RC Chevrolet +16.373
7 77 VALDENO BRITO PB CARLOS ALVES Chevrolet +17.296
8 18 ALLAM KHODAIR SP FULL TIME Chevrolet +18.656
9 83 GABRIEL CASAGRANDE PR VOGEL Chevrolet +20.162
10 51 ÁTILA ABREU SP TMG/SHELL RACING Chevrolet +21.014
11 44 ALBERTO VALÉRIO MG HERO Chevrolet +21.268
12 1 ANTONIO PIZZONIA AM RX MATTHEIS Chevrolet +21.743
13 117 GUILHERME SALAS SP VOGEL Chevrolet +22.447
14 10 RICARDO ZONTA PR TMG/SHELL RACING Chevrolet +22.527
15 30 CÉSAR RAMOS RS BLAU Chevrolet +23.122
16 25 TUKA ROCHA SP RCM Chevrolet +23.627
17 65 MAX WILSON SP RCM Chevrolet +24.053
18 73 SÉRGIO JIMENEZ SP HOT CAR Chevrolet +41.771
19 0 CACÁ BUENO RJ CIMED Chevrolet +1 volta
20 8 RAFAEL SUZUKI SP CAVALEIRO Chevrolet +1 volta
21 111 RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME Chevrolet +1 volta
22 110 FELIPE LAPENNA SP CAVALEIRO Chevrolet +1 volta
23 5 DENIS NAVARRO SP CIMED RACING Chevrolet +1 volta
24 12 LUCAS FORESTI DF FULL TIME ACADEMY Chevrolet +1 volta
25 28 GALID OSMAN SP IPIRANGA RACING Chevrolet +2 voltas
26 3 BIA FIGUEIREDO SP FULL TIME ACADEMY Chevrolet +4 voltas
27 4 JÚLIO CAMPOS PR RX MATTHEIS Chevrolet +6 voltas
28 46 VITOR GENZ RS CARLOS ALVES Chevrolet +14 voltas
29 31 MÁRCIO CAMPOS RS BLAU Chevrolet +15 voltas
30 9 GUGA LIMA PR HOT CAR Chevrolet +21 voltas

TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  
 
IPIRANGA RACING 

IPIRANGA RACING