Khodair passa Barrichello na penúltima curva e leva emocionante corrida 2 em Goiânia

Rubens Barrichello e a Full Time apostaram em mudar a tática de parada - e ela aparentava dar certo, até a penúltima curva. Nela, veio a pane seca, e Allam Khodair aproveitou para vencer em Goiânia após cinco anos sem triunfos

A corrida mais emocionante do ano coroou a etapa mais maluca da temporada 2020 da Stock Car. Neste domingo (22), Goiânia viu uma estratégia que parecia perfeita de Rubens Barrichello ir por água abaixo na penúltima curva – pane seca e vitória para Allam Khodair na corrida 2 da 11ª etapa.

Goiânia, então, trouxe a primeira vitória de Khodair em cinco anos, no mesmo dia em que fez sua primeira pole na temporada. Barrichello, que voou nos boxes, viu o combustível acabar e ainda perdeu, em cima da bandeirada, a segunda posição para Nelsinho Piquet.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Rubens Barrichello (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Mais emoção logo abaixo de quem foi ao pódio: Daniel Serra foi quarto e, assim, colou em Thiago Camilo na vice-liderança. Ricardo Maurício foi quinto e também está muito próximo dos rivais.

Completaram o top-10 Marcos Gomes, Pedro Cardoso, Gabriel Casagrande, Bruno Baptista e Ricardo Zonta. Thiago Camilo, ainda líder, mesmo com os descartes, foi 11°.

Agora, é hora da final: no dia 13 de dezembro, Interlagos decide, em corrida única, o campeão da Stock Car 2020. O GRANDE PRÊMIO faz cobertura completa.

Daniel Serra (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Confira como foi a corrida 2 em Goiânia:

A largada de Rubens Barrichello, o pole, parecia boa, mas uma escapada na curva 3 fez com que Daniel Serra ultrapassasse o rival, em detalhe importante na briga pelo título.

Gabriel Casagrande e Ricardo Zonta também saíram bem, conseguindo vantagem em briga cheia de toques envolvendo Julio Campos e Gaetano Di Mauro. Denis Navarro, pódio na corrida 1, começou novamente ganhando posições, pulando para sexto.

Outro boa largada foi de Ricardo Maurício, que pulou de 18° para 9° em três voltas, na tentativa de recuperar pontos na briga pelo título. E o líder na chegada a Goiânia, Thiago Camilo, também começou bem: de largar nos boxes para 16° em cinco giros.

Ricardo Maurício (Foto: Luís França/Vicar)

Após 10 minutos, Nunes abandonou a prova por falta de combustível, deixando sua esperança de título praticamente inexistente. O contrário de Maurício, que seguiu atropelando e, na mesma volta, já aparecia em sétimo.

Na frente, enquanto Serra abria vantagem, Casagrande usou o ‘push’ para passar Barrichello, mas com o #111 segurando seus botões, apostando em troca de posições no futuro. Nelsinho Piquet, porém se colocou entre ambos na saída do pit-lane.

Barrichello parou na volta seguinte, novamente mudando sua usual estratégia de só ir aos boxes na última volta da janela. E a tática deu certo: voltou à frente de Serra e passou a liderar.

Daniel Serra e Nelsinho Piquet duelando em Goiânia (Foto: Reprodução/SporTV)

Quando enfim a janela fechou, uma tradição se manteve: alguém que foi o último a parar se meteu na briga pela vitória. Desta vez foi Allam Khodair, que saiu dos boxes, usou o ‘push’ e passou Serra, assumindo o segundo posto.

Na disputa por pontos importantes, Maurício seguiu voando: faltando oito minutos, fez ultrapassagem dupla sobre Casagrande e Marcos Gomes para assumir a quinta colocação. Piquet também passou Serra e passou a ser o terceiro.

Faltando cinco minutos, Camilo seguiu se recuperando, passando a ser 11° e tentando segurar a liderança na classificação. Sem o ‘push’, porém, perdeu duas posições para Cacá Bueno e Lucas Foresti, em seguida.

Goiânia recebeu etapa emocionante neste domingo (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Barrichello passou a se defender com o uso do ‘push’, sempre na entrada da reta principal, abrindo 1s5 ao entrar no minuto final. Mas, na última volta, Khodair colocou por fora e passou o rival, assumindo a liderança faltando duas curvas.

O que aconteceu? Pane seca de Barrichello, que nos metros derradeiros ainda viu Piquet passá-lo. Vitória emocionante de Khodair, Piquet e Barrichello no pódio.

Stock Car 2020, Goiânia, corrida 2, domingo:

1A KHODAIRBLAU CHEVROLET32:01.33421 voltas
2N PIQUETFULL TIME TOYOTA+1.005 
3R BARRICHELLOFULL TIME TOYOTA+1.059 
4D SERRARC CHEVROLET+2.865 
5R MAURÍCIORC CHEVROLET+3.442 
6M GOMESCAVALEIRO CHEVROLET+6.922 
7P CARDOSOR.MATTHEIS CHEVROLET+7.115 
8G CASAGRANDER.MATTHEIS CHEVROLET+8.250 
9B BAPTISTARCM TOYOTA+8.606 
10R ZONTARCM TOYOTA+13.753 
11T CAMILOIPIRANGA TOYOTA+14.877 
12C RAMOSIPIRANGA TOYOTA+14.952 
13L FORESTIVOGEL CHEVROLET+15.036 
14J CAMPOSCROWN CHEVROLET+15.222 
15A ABREUCROWN SHELL CHEVROLET+15.417 
16R SUZUKIFULL TIME TOYOTA+16.893 
17C BUENOCROWN CHEVROLET+1 volta 
18T ANTONIAZIHOT CAR CHEVROLETAbandonou 
19D NAVARROCAVALEIRO CHEVROLETAbandonou 
20M ROSSIFULL TIME TOYOTAAbandonou 
21G SALASKTF CHEVROLETAbandonou 
22D NUNESBLAU CHEVROLETAbandonou 
23G DI MAUROKTF CHEVROLET+18 voltas 
24F LAPENNAVOGEL CHEVROLET  
25G OSMANCROWN SHELL CHEVROLET  

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube