Stock Car

Mais rápido do dia, Serra opta por manter cautela sobre ritmo real: “Ainda é muito cedo para falar”

Com 1min38s553, vice-líder do campeonato liderou com tranquilidade o primeiro dia de atividades da Corrida do Milhão, em Interlagos, mas manteve foco na conquista do campeonato no próximo domingo (15): “Meu pensamento, meu foco, é o título”

Warm Up, de Interlagos / HUGO BECKER, de Interlagos
 
 

Um dos principais favoritos ao título da temporada 2013 da Stock Car, Daniel Serra saiu na frente no primeiro dia de atividades válidas pela última etapa do atual campeonato, nesta sexta-feira (13), em Interlagos. Com o tempo de 1min38s553, o piloto da Red Bull colocou mais de 0s2 de vantagem sobre Thiago Camilo, segundo colocado.
 
Apesar do bom rendimento e de ter ficado durante a maior parte do treino no topo da tabela de tempos, no entanto, Serra preferiu manter os pés no chão a respeito de suas reais possibilidades na Corrida do Milhão, no próximo domingo (13).
 
"É muito cedo para falar. Não foi todo mundo que usou pneus novos, ainda, mas o ritmo parece ser bom, competitivo", explicou Daniel ao GRANDE PRÊMIO. "A gente tem alguma coisinha para melhorar ainda, mas foi um bom começo", admitiu.
Carro Daniel Serra (Foto: Felipe Tesser / Grande Prêmio )
"Sei que vou estar lá brigando pelo resultado de um jeito competitivo, mas ainda é muito cedo para falar se é esse o resultado ou não. A gente não sabe se o Ricardo [Maurício] e o Thiago passaram o pneu zero. A gente só vai saber mesmo na classificação", prosseguiu.
 
A respeito dos valores em jogo neste domingo, Serra não titubeou entre escolher vencer o prêmio milionário atribuído ao vencedor ou ficar com sua primeira taça na Stock Car.
 
"Estou pensando no título. Lógico, R$ 1 milhão não é de se jogar fora, mas meu pensamento, meu foco é o título", completou o vice-líder do campeonato.

"Serra terá prioridade estratégica", afirma Cacá

Companheiro de equipe de Daniel, Cacá Bueno ficou um pouco mais atrás, em quarto lugar. Com chances remotas de título, o piloto do carro #0 admitiu que naturalmente, a Red Bull deve trabalhar mais em prol de seu parceiro de time do que de si mesmo.
 
“Dessa vez, ele tem uma prioridade estratégica, como aconteceu para mim em outras oportunidades. É natural", explicou Cacá ao GRANDE PRÊMIO logo após o treino.
 
“Eu gostei muito do meu carro, mas tive um problema do freio e tomei 0s4 para o Daniel no setor 2, que foi a diferença da volta. Consertando isso, estarei rápido. Estou satisfeito. Isso é Interlagos, as diferenças são pequenas, apesar de a pista ser grande", concluiu.

GRANDE PRÊMIO acompanha 'in loco' a Corrida do Milhão da Stock Car em Interlagos com os repórteres Hugo Becker e Renan do Couto e os fotógrafos Felipe Tesser e Rodrigo Berton.Acompanhe o noticiário aqui.