Marcos Gomes tem pena reduzida para seis meses e está liberado para voltar às competições

Piloto foi pego no antidoping durante a etapa do Velopark, em maio. Em primeira instância, ele chegou a ser suspenso por um ano, mas entrou com um recurso e conseguiu a diminuição da pena

Na última quarta-feira (7), a Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da CBA julgou o recurso do piloto Marcos Gomes, pego no exame antidoping na etapa do Velopark, e reduziu a pena de um ano, imposta no primeiro julgamento, em agosto, para seis meses. Como já cumpriu o novo período imposto pelo STJD, o piloto está liberado para voltar a correr ainda neste ano.

A data do julgamento do recurso estava marcada para o início de outubro, mas acabou sendo adiada por mais de um mês. O motivo não foi explicado pela Comissão.

Marcos Gomes está liberado para competir novamente após cumprir seis meses de suspensão (Foto: Duda Bairros/ Vicar)

Gomes foi afastado da Stock Car por 30 dias logo que o resultado foi divulgado e, no dia 22 de agosto, foi julgado e condenado a um ano de suspensão. A punição acabou gerando sua demissão da Medley-Full Time no dia seguinte a confirmação da punição e Felipe Maluhy foi contratado para ser seu substituto. Hoje, o carro está com Rubens Barrichello, ex-piloto da Williams na F1.

A substância que foi encontrada no piloto ainda é um grande mistério e não foi divulgada em nenhum momento do processo, que corre desde maio. Em contato com o STJD nesta manhã, o Grande Prêmio apurou que o resultado oficial só deve sair na sexta-feira (8), porque o resultado do processo ainda não havia chegado às mãos dos responsáveis até o momento que a reportagem estava sendo fechada.

O caso do piloto foi o segundo no ano na Stock Car. O primeiro foi de Alceu Feldmann, ex-piloto da Shell-WA Mattheis. Por recusar-se a fazer o exame antidoping, também na etapa do Velopark, o piloto foi punido com dois anos de suspensão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube