Stock Car

Maurício acerta tática e vence prova marcada por chuva e acidentes em Salvador. Barrichello é segundo

Ricardo Maurício conseguiu escapar dos acidentes e de uma traiçoeira pista molhada para assegurar a vitória neste domingo (19) em Salvador. A estratégia também foi grande aliada do campeão de 2008, que agora lidera o campeonato. Rubens Barrichello foi segundo no primeiro pódio na Stock

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

Ricardo Maurício sobreviveu a uma corrida confusa, marcada pela chuva e por muitos acidentes em Salvador e, como prêmio, faturou a quarta etapa da Stock Car neste domingo (19). É o primeiro triunfo do piloto da RC desde a Corrida do Milhão de 2010. De quebra, o paulista ainda assumiu a liderança do campeonato.
Ricardo Maurício em Salvador (Foto: Duda Bairros/Vicar)

A segunda colocação ficou com Rubens Barrichello. Seguindo a mesma estratégia do vencedor, o ex-piloto da F1 e da Indy também optou por não parar e levou o primeiro pódio, resistindo à pressão final de Valdeno Brito, Thiago Camilo e Cacá Bueno.

Camilo, aliás, se valeu de um erro de Valdeno para garantir o terceiro lugar. Cacá, depois de largar em 20°, cruzou a linha de chegada em quarto, à frente de Átila Abreu.

Saiba como foi a corrida da Stock Car em Salvador neste domingo

A quarta etapa da Stock Car em Salvador neste domingo (19) começou tumultuada antes mesmo da largada. Isso porque as fortes chuvas que atingiram a capital baiana provocaram um atraso de mais de quarenta minutos para o início da corrida. Mesmo depois do warm up, em que os pilotos tiveram a chance de fazer os últimos acertos com pista molhada, a direção de prova, em conjunto com os competidores, decidiu adiar a largada na esperança de uma melhora das condições climáticas.

E parece que as preces dos pilotos e equipes foram atendidas. O tempo, de fato, deu uma trégua, e a largada foi autorizada perto das 11h17, no horário local. O início de prova foi dos mais tranquilos e sem incidentes. O pole Átila Abreu puxou o pelotão, tendo sempre no encalço um rápido Allam Khodair. Mantendo o terceiro lugar, Ricardo Maurício aparecia um pouco mais trás, sempre seguido por Rubens Barrichello. Raphael  Matos completava o top-5 na ruas baianas.

Duda Pamplona, Max Wilson, Felipe Lapenna, Marcos Gomes e Popó Bueno fechavam os dez melhores. Enquanto isso, lá trás, Daniel Serra, então líder do campeonato, tentava  a recuperação depois de partir em 14°. Cacá Bueno fazia o mesmo, vindo do 20° posto.
Barrichello foi ao pódio pela primeira vez na Stock em Salvado (Foto: Miguel Costa Jr/MF2)

A corrida ia bem até a volta seis, quando Popó Bueno protagonizou a primeira rodada, depois de um toque que recebeu de Sergio Jimenez, que vinha logo atrás. Valdeno Brito, que acompanhava os dois, conseguiu passar ileso.

Enquanto Khodair tentava pressionar Átila pela ponta da corrida, Popó e Valdeno tiveram de visitar os boxes para troca de pneus. E foi neste meio tempo que ao safeyt-car precisou ser acionado pela primeira vez. Patrick Gonçalves escapou da pista e bateu com certa violência no muro. Ricardo Sperafico também enfrentava problemas na mesma volta 10 e já deixava seu carro parado na pista.

Com a pista secando, muitos pilotos aproveitaram a intervenção do carro de segurança para mudar para pneus slicks, entre eles Átila e Khodair. Maurício, então, assumiu a ponta da corrida, com a opção de não parar. Barrichello foi para segundo, seguindo a mesma tática do campeão de 2008. Matos também permaneceu na pista, assim como Pamplona, Lapenna, Burti e Serrinha.

A relargada aconteceu na volta 13. E Ricardinho tratou de abrir vantagem para Barrichello, que era perseguido de muito perto por Matos. Com a corrida em ritmo normal, Átila era apenas o 22°, enquanto Khodair aparecia somente em 31°. Mas Allam ficou pouco tempo na pista, já que escapou do traçado e acabou batendo.

Com pneus para pista seca, o bloco intermediário ganhou vida. Camilo, Cacá, Valdeno e Átila já imprimiam ritmo muito forte e iam aos poucos escalando o pelotão. Mas aí o safety-car foi novamente acionado em Salvador, por conta de um problema com Julio Campos. Mas a bandeira amarela não demorou e logo a corrida retomou seu ritmo, sempre Maurício na ponta, seguido por Barrichello e Rafa Matos. 


Mas a ação mesmo continuava no bloco do meio, que testemunhava boas ultrapassagens e disputas, especialmente entre os pilotos que já estavam com pneus slicks, como Cacá, Camilo, Valdeno e Átila. Entretanto, o carro de segurança precisou novamente voltar à pista, agora com dez minutos para o fim.

Isso porque Ricardo Zonta, que vinha uma briga pelo 13° posto com Marcos Gomes, foi tocado e acabou no muro. A interrupção, claro, juntou o grupo. E a relargada foi autorizada no minuto final da corrida, ou seja, com tempo para apenas uma única volta.

E foi nesse último giro que Valdeno, Camilo e Cacá jogaram as fichas para crescer e tentar o pódio. Lá na frente, Maurício, mesmo com pneus desgastados e sem aderência, manteve a ponta com segurança. Já Matos não suportou ao ataque de Brito, Thiago e Cacá e perdeu três posições. O piloto mineiro ainda seria tocado na parte final do circuito, rodando e perdendo a chance de um bom resultado.

Valdeno, então, foi para cima de Barrichello, mas errou e acabou perdendo contato. Já na linha de chegada Rubens conseguiu se manter à frente de Camilo e assegurou o primeiro pódio na Stock Car. Cacá terminou em quinto. Antes de tudo isso, Ricardinho já celebrava a primeira vitória na temporada 2013 da Stock e a liderança do campeonato.
Ricardo Maurício celebra vitória no pódio (Foto: Luca Bassani)

A próxima etapa da Stock acontece em 2 de junho, em Brasília. 

Stock Car, Etapa de Salvador, corrida, final:

1
Ricardo MAURÍCIO
SP
RC
Chevrolet Sonic
42:31.159
26 voltas
 
 
2
Rubens BARRICHELLO
SP
Full Time
Chevrolet Sonic
+0.853
 
 
 
 
 
 
 
 
3
Thiago CAMILO
SP
RCM
Chevrolet Sonic
+1.055
 
 
 
 
 
 
 
 
4
Cacá BUENO
RJ
Red Bull
Chevrolet Sonic
+1.261
 
 
 
 
 
 
 
 
5
Atila ABREU
SP
AMG
Chevrolet Sonic
+3.331
 
 
 
 
 
 
 
 
6
Max WILSON
SP
RC
Chevrolet Sonic
+5.220
 
 
 
 
 
 
 
 
7
Nonô FIGUEIREDO
SP
AMG
Chevrolet Sonic
+5.484
 
 
 
 
 
 
 
 
8
Marcos GOMES
SP
Carlos Alves
Peugeot 408
+6.042
 
 
 
 
 
 
 
 
9
Sérgio JIMENEZ
SP
JF
Peugeot 408
+7.568
 
 
 
 
 
 
 
 
10
Luciano BURTI
SP
Boettger
Peugeot 408
+8.286
 
 
 
 
 
 
 
 
11
Popó BUENO
RJ
WA Mattheis
Peugeot 408
+8.933
 
 
 
 
 
 
 
 
12
Felipe LAPENNA
SP
Hanier
Peugeot 408
+10.526
 
 
 
 
 
 
 
 
13
Duda PAMPLONA
RJ
ProGP
Chevrolet Sonic
+11.512
 
 
 
 
 
 
 
 
14
Daniel SERRA
SP
Red Bull
Chevrolet Sonic
+12.487
 
 
 
 
 
 
 
 
15
Galid OSMAN
SP
RCM
Chevrolet Sonic
+13.560
 
 
 
 
 
 
 
 
16
Tuka ROCHA
RJ
RZ
Chevrolet Sonic
+13.878
 
 
 
 
 
 
 
 
17
Alceu FELDMANN
SP
Full Time
Chevrolet Sonic
+14.111
 
 
 
 
 
 
 
 
18
Fábio FOGAÇA
SP
Vogel
Chevrolet Sonic
+14.945
 
 
 
 
 
 
 
 
19
Allam KHODAIR
SP
Vogel
Chevrolet Sonic
+15.220
 
 
 
 
 
 
 
 
20
Vitor GENZ
RS
Gramacho
Chevrolet Sonic
+15.476
 
 
 
 
 
 
 
 
21
Rodrigo SPERAFICO
PR
Mico's
Peugeot 408
+15.847
 
 
 
 
 
 
 
 
22
Diego NUNES
SP
Bassani
Peugeot 408
+16.784
 
 
 
 
 
 
 
 
23
Lico KAESEMODEL
PR
Boettger
Peugeot 408
+19.021
 
 
 
 
 
 
 
 
24
Wellington JUSTINO
GO
Hot Car
Chevrolet Sonic
+21.496
 
 
 
 
 
 
 
 
25
Beto CAVALEIRO
SP
Hanier
Peugeot 408
+32.789
 
 
 
 
 
 
 
 
26
Raphael MATOS
MG
Hot Car
Chevrolet Sonic
+1 volta
 
 
 
 
 
 
 
 
27
Valdeno BRITO
PB
WA Mattheis
Peugeot 408
+1 volta
 
 
 
 
 
 
 
28
Ricardo ZONTA
PR
RZ
Chevrolet Sonic
+5 voltas
 
 
 
 
 
 
 
 
29
David MUFFATO
PR
Carlos Alves
Peugeot 408
NC
 
 
 
 
 
 
 
 
30
Rodrigo PIMENTA
SP
Gramacho
Chevrolet Sonic
NC
 
 
 
 
 
 
 
 
31
Denis NAVARRO
SP
JF
Peugeot 408
NC
 
 
 
 
 
 
 
 
32
Júlio CAMPOS
PR
Mico's
Peugeot 408
NC
 
 
 
 
 
 
 
 
33
Ricardo SPERAFICO
 
ProGP
Chevrolet Sonic
NC
 
 
 
 
 
 
 
 
34
Patrick GONÇALVES
BA
Bassani
Peugeot 408
NC