Stock Car

Mesmo com erro em estratégia, Fraga recupera 11 posições e é 5° em abertura no Velopark: “Foi incrível”

Felipe Fraga, atual vice-campeão da Stock Car, teve um péssimo sábado de classificação, conseguindo apenas o 16° lugar no grid. Mas, neste domingo (7), mostrou talento para ganhar 11 posições e garantir a quinta colocação - mesmo com estratégia que não foi a ideal

Grande Prêmio, do Velopark / FELIPE NORONHA, de São Paulo
Para quem acredita que no esporte a única história que conta é a da vitória, o que Felipe Fraga fez neste domingo (7), no Velopark, pode passar batido. Mas a quinta colocação do piloto da Cimed foi uma daquelas para se guardar - ao menos para quem percebeu o que ocorria longe da briga pela vitória.

Na corrida de número 500 da história da Stock Car, em Nova Santa Rita, Fraga abriu a temporada faturando 17 pontos - algo que parecia impossível quando teve problemas com a estratégia da equipe no sábado de classificação e teve que largar em 16°.

Assim, ele pode ter saído atrás de Daniel Serra, que acabou com o título em 2018 em briga até o fim com Fraga, e também de Rubens Barrichello, Ricardo Maurício e Thiago Camilo, mas já se colocou na disputa.

"Estou muito feliz porque nosso ritmo de corrida foi muito bom", disse ele após a prova no Rio Grande do Sul. Ele também lembrou que, em 2018, teve que fazer temporada de recuperação após não conseguir começar pontuando bem: "Desta vez já começamos provando que temos um ótimo carro e estaremos na briga por vitórias o ano todo."
Felipe Fraga (Foto: Bruno Terena/ RF1)
O #88 comentou também a estratégia na qual apostou para a corrida, diferente da de Daniel Serra. E assumiu que não foi a ideal, ao optar por manter o pneu de pista seca quando a abertura de paradas nos boxes ocorreu.

"Acho que a gente acabou não acertando na estratégia. Mas eu não culpo ninguém, porque a gente decidiu junto, e eu e a equipe", disse Fraga.

"Eu até passei uns quatro, cinco carros, praticamente juntos, quis ficar na pista, mais uma volta, mais duas voltas ,mas acho que pensei muito no campeonato naquela hora. Fiquei com muito medo de tomar uma decisão e perder tudo, perder as 10 posições que já tinha ganhado. E aí eu preferi fica com chuva, a equipe também. Mas foi muito bom. Nas primeiras voltas eu acho que virei os mesmos tempos dos líderes", concluiu.

De qualquer forma, ele valorizou o número de uktrapassagens que conseguiu: "Largar em 16° e chegar em quinto é incrível. Estou muito feliz e animado para a temporada."

O campeonato tem sua sequência com a segunda etapa do ano e sua primeira rodada dupla no próximo dia 5 de maio no autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo. O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' a etapa de abertura da temporada 2019 da Stock Car no Velopark com o repórter Felipe Noronha.