Stock Car

“Muito surpreso” com liderança da Stock Light, Bortoletto destaca grid cheio e traça metas: premiação e vaga na Stock Car

Enzo Bortoletto, de apenas 19 anos, faz em 2018 sua primeira temporada completa no automobilismo brasileiro. E o paulista vem surpreendendo até a si próprio com a liderança do forte e parrudo grid da renovada Stock Light nesta primeira parte do campeonato. O piloto, que destacou a filosofia na equipe KTF Sports, tem como objetivo a premiação de R$ 650 mil ao campeão, incentivo importante para ajudar na busca de uma vaga no grid da Stock Car em 2019
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Festa para o novato de 19 anos em Curitiba: Enzo Bortoletto vence pela primeira vez na Stock Light (Foto: Duda Bairros/Vicar/Vipcomm)

Uma das novidades da temporada 2018 do automobilismo brasileiro foi a renovação e fortalecimento da categoria de acesso à Stock Car. Entre 2013 e 2017, o Campeonato Brasileiro de Turismo revelou nomes como Felipe Fraga, Guilherme Salas e Gabriel Casagrande, que hoje aceleram no principal certame do esporte a motor nacional. Entretanto, a Vicar traçou um projeto de renovação e a rebatizou como Stock Light, além de reservar um prêmio que pode chegar a R$ 650 mil para o campeão e também o melhor dentre os estreantes. Um dinheiro importante e capaz de ajudar na busca por uma vaga na Stock Car no ano seguinte.
 
E após as três primeiras etapas da temporada 2018, um nome se destaca para buscar a bolada e, talvez, até um lugar na Stock Car no próximo campeonato. Enzo Bortoletto, de apenas 19 anos, faz seu primeiro ano completo no automobilismo brasileiro e vem brilhando em meio ao parrudo grid da Stock Car, que chegou a contar com 24 carros em Londrina, na última etapa antes da pausa de três meses. 
 
Em seis corridas, Enzo tem resultados bastante relevantes: a primeira fila da prova de abertura do campeonato, em São Paulo, além de três pódios, os segundos lugares em São Paulo e Londrina e a vitória na corrida 2 de Curitiba. 
Enzo Bortoletto foi para a longa pausa de três meses como líder da Stock Light (Foto: Duda Bairros/Vicar/Vipcomm)
Assim, o paulistano lidera o campeonato no geral e soma 99 pontos, seis a mais em relação ao segundo colocado, Gabriel Robe, que foi o último campeão do Brasileiro de Turismo e, obviamente, dono de mais experiência no grid. Enzo também comanda a tabela do campeonato dos estreantes com 125 pontos, contra 110 de Marcel Coletta.
 
Bortoletto esteve em Santa Cruz do Sul para acompanhar a quinta etapa da temporada 2018 da Stock Car e também para ver e ser visto, visando estar na alça de mira das equipes na busca por uma vaga para a próxima temporada. E em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, o piloto comemorou o trabalho ao lado da KTF Sports, que traz uma nova filosofia não apenas em termos de desenvolvimento de jovens talentos nas pistas, mas também de mão de obra como mecânicos e engenheiros.
 
“Estou no meu primeiro ano correndo aqui no Brasil de Stock Light. Começamos muito bem, o que pode ser visto pelos resultados. E agora, estamos neste período de férias, com três meses, mas não vai ter muito tempo para descansar. Temos muita coisa para trabalhar junto à equipe, também muita coisa visando o ano que vem, para adiantar nesse tempo”, salientou Bortoletto, que carrega uma experiência internacional interessante com passagens pelo Europeu de Kart e, nos monopostos, pela MRF Challenge e F3 Inglesa antes de acelerar no Brasil.
Enzo Bortoletto destacou a importância da premiação oferecida aos campeões na Stock Light (Foto: Duda Bairros/Vicar/Vipcomm)
Enzo destacou a importante premiação entregue ao campeão da Stock Light, como incentivo para dar um salto e avançar ao grid da Stock Car em breve. O piloto pontuou também a capacidade da categoria de acesso em formar jovens valores para o certame principal do Brasil.
 
“A Stock Light oferece um prêmio bacana ao campeão, e isso é um bom incentivo para subir de categoria. E obviamente, caso consiga ser campeão, você consegue o apoio de algumas equipes, você acaba sendo bem visto. E creio que a Vicar deve entregar um bom apoio a esse piloto que for campeão. A Stock Light é uma categoria que vem crescendo bastante, em termos de visibilidade, então acredito que a ideia deles é trazer pilotos mais novos para a categoria principal”, explicou.
 
Bortoletto elogiou o trabalho feito em conjunto com a equipe, desde o ano passado, e destacou o foco voltado na formação e desenvolvimento de profissionais para o esporte a motor.
 
“A gente trabalhou bastante, até mesmo com a ideia de criar a equipe, desde o fim do ano passado. Com a ideia de voltar e correr no Brasil, de fazer uma coisa diferente do que a maioria faz hoje, então estamos montando um galpão bacana que vai servir tanto para o treinamento dos mecânicos como também dos pilotos... a gente vê que há bons mecânicos, mas falta. Nós muitas vezes temos de trazer do kart, e a ideia da equipe é que os mecânicos venham subindo de nível para estar numa Stock Light, numa Stock Car, ter algo que proporcione crescimento dos dois lados”, disse.
 
No fim das contas, Enzo não escondeu que se surpreende com a condição que ocupa na tabela da Stock Light. E toma o bom desempenho como impulso para seguir em frente e alcançar seu objetivo para a temporada 2018. 
 
“Fiquei muito surpreso por estar liderando os dois campeonatos. Estamos marcando pontos em todas as etapas, não tivemos nenhuma quebra, o que é muito importante. Ainda mais num grid como esse atualmente, muito forte, com muitos pilotos no segundo, terceiro ano, como o Gabriel Robe. Acredito que isso mostra nosso empenho para evoluir em cima de tudo isso”, encerrou o piloto revelação do automobilismo brasileiro na temporada.
LISTRAS LISÉRGICAS

COM CHICANE E CORES POLÊMICAS, PAUL RICARD DIVIDE OPINIÕES