carregando
Stock Car

Organizadores do Brasileiro de Turismo acusam Vicar e CBA de fraude e superfaturamento

Na última quinta-feira (12), o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios recebeu denúncia contra a CBA e a Vicar, organizadora da Stock Car. A denúncia aponta irregularidades no uso de recursos da Lei de Incentivo do extinto Ministério do Esporte

Diário Motorsport / AMÉRICO TEIXEIRA JR., de São Paulo
O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) recebeu nesta quinta-feira (12) denúncia contra a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e a Vicar. A ação é movida pela empresa Marques e Marques Eventos Esportivos, dos empresários Gerson Marques da Silva Junior, 49, e seu irmão Guê Marques, 43, criadores e promotores do extinto Campeonato Brasileiro de Turismo, atual Stock Light.

A questão envolve irregularidades na utilização de recursos advindos da Lei de Incentivo do extinto Ministério do Esporte, hoje Secretaria Especial ligada ao Ministério da Cidadania.
Gue e Gerson Marques (Foto: Fernanda Freixosa)
Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Em 2013, a CBA serviu de ponte para que a Vicar obtivesse o certificado do Ministério do Esporte. De posse desse dispositivo, a empresa poderia oferecer incentivos fiscais para potenciais patrocinadores do Campeonato Brasileiro de Turismo, então parte do evento da Stock Car. Para os denunciantes, a lisura da operação terminou aí, pois incluíram na ação documentos que comprovariam que a verba, na verdade, teria sido utilizada para cobrir as despesas não apenas da categoria, mas do evento Stock Car como um todo.

Há um depoimento gravado de um dos fornecedores afirmando que sua atividade profissional era executada para o evento como um todo e não apenas para a categoria licenciada para tal benefício. O procedimento foi justificado como sendo orientação da Vicar para critério de prestação de contas junto ao Ministério.

Ainda segundo o mesmo fornecedor, a nota emitida seria “superfaturada, o que lhe cabia 40% do valor, com devolução do restante para a Vicar ou mesmo efetuando pagamentos para outros fornecedores do evento Stock Car, indicados pela Vicar”, como consta da pedição de posse do MPFDFT.
Gerson e Gue Marques (Foto: Duda Bairros)
O caso também envolve um pedido de indenização, baseado naquilo que os denunciantes classificam como apropriação indevida de propriedade intelectual, do Trade Dress (imagem total do negócio) e usos dos regulamentos técnicos e desportivos do Campeonato Brasileiro de Turismo por parte da Vicar. Alegam que o atual Brasileiro de Stock Light nada mais é do que o Brasileiro de Turismo com outro nome. É substancial o material de posse dos advogados da M+M que, tecnicamente falando, ratificariam essa informação.

Os empresários paranaenses dedicam fortes palavras à CBA relativas à participação do presidente Waldner Bernardo. “Dadai sabia da negociação da sociedade desde o início, inclusive participando da reunião. A verdade é uma só, fomos traídos pelo presidente e a instituição CBA, mas também pela pessoa do Dadai”, relatou Guê Marques. Para eles, houve “conluio” entre a entidade técnico- desportiva e a empresa promotora, uma vez que foi negado o pedido da M+M para a homologação da categoria, ao mesmo tempo em que era concedida para a Vicar “a homologação de uma ‘nova categoria’ que, na realidade, apenas trocou o nome de Brasileiro de Turismo para Stock Light”, completou.

CBA e Vicar repudiaram as denúncias e afirmaram possuir argumentos diversos a refutá-las.

A matéria completa está no DIÁRIO MOTORSPORT, parceiro do GRANDE PRÊMIO.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo 

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.