“Perigoso” ou “divertido”: anel externo de Goiânia divide opiniões dos pilotos da Stock Car

A Stock Car disputa, neste final de semana, a tradicional Corrida do Milhão. para este ano, a prova vai contar com a novidade de ser disputada no anel externo do autódromo de Goiânia, decisão que dividiu opiniões entre os pilotos da categoria nacional

A Stock Car volta das férias nessa semana já para disputar a Corrida do Milhão. Muito tradicional no calendário da categoria nacional, para este ano vai contar com a novidade de ser disputada no anel externo do Autódromo de Goiânia.
 

Durante a etapa da Porsche Endurance Series, em Interlagos, o GRANDE PRÊMIO perguntou para alguns pilotos que estavam disputando a prova qual a opinião sobre a novidade. Como sempre, ela foi encarada com diversos olhos, desde os mais positivos até os mais céticos.
 
Diego Nunes, titular da Full Time, disse que a corrida pode ser divertida e que o circuito é bastante diferente, o que pode embolar bastante o pelotão, colocando carros diferentes na ponta. No entanto, reconheceu que a curva da vitória pode ser um pouco veloz demais para a categoria. “Achei legal, diferente, vai ser briga de reta, de motor”, disse.
 
“O carro vai ter que ser acertado de uma maneira que ninguém fez, ou se fez já faz muito tempo na Stock Car, pouca asa, vamos ver.  Vamos ver se dá uma mudada e tira o pessoal da Eurofarma lá da frente. Pensando nas duas curvas que tem, a curva 1 tem muita área de escape, não tem perigo. Agora, a curva da vitória não tem muita área de escape e vai chegar rápido. Mas já está decidido, fazer o que”, continuou.
Traçado da Corrida do Milhão em Goiânia (Foto: Stock Car)

Quem também aproveitou para opinar foi Lucas Foresti. O piloto do carro #12 apontou que o circuito é tão diferente que os pilotos sequer podem testá-lo no simulador, já que não existe o traçado. “Uma novidade, acho que ninguém andou no anel externo de Goiânia. É algo diferente, não tem nem essa pista no simulador para nós treinarmos, então será uma corrida bem diferente para todos. Vai ser divertido, pois vão ter mais ultrapassagens”, disse.
 

Lucas Di Grassi, com experiência em diversos circuitos ao redor do mundo, ressaltou como o acerto do carro será algo que fará a grande diferença. “Um pouco diferente, do ponto de vista de pilotagem não é o ideal, pois a pista de Goiânia é legal, mas será bem diferente, a dinâmica, a estratégia, será tudo diferente. Teremos que acertar o carro para virar para a direita, mas vai ser divertido”.

Cacá Bueno, por sua vez, viu a decisão pelo anel externo mais uma decisão promocional para a corrida, e por isso ela deveria valer menos pontos para o campeonato. “É uma corrida mais promocional então cabe um circuito mais promocional. Eu gosto da ideia no geral, talvez valer menos pontos já que é uma corrida mais promocional. Mas pelo fato de ser um circuito oval talvez misture mais a chance dos pilotos de vencer. A Stock Car está em um bom caminho de crescimento de novo”, explicou.
 

Por fim, Ricardo Zonta foi um competidor contrário à ideia. O titular da Shell Racing apontou alguns riscos e perigos que a pista pode oferecer e que qualquer embolo de carros pode causar um acidente. “Entre os pilotos, são poucos que devem estar aceitando, equipes também. Além de ser perigoso, é uma situação em que você faz a curva 1 e 2 de Goiânia, e a reta oposta é muito rápida, já saí de quarta marcha, então vai chegar numa velocidade muito rápida”, pontuou.
 
“E na reta oposta tem uma visão muito difícil de ver, se tiver um carro parado. E por serem carros muito parecidos, os carros estarão andando muito coladinho, então qualquer coisa que aconteça, pode acontecer uma batida. Pelo lado do espectador é legal, mas pelo lado da segurança, que hoje o automobilismo visa tanto, é um risco”, completou.
 
O piloto ainda disse que a organização não perguntou a opinião de competidores e equipes, mas que todos darão o melhor de si para ganhar o tão sonhado milhão. “A organização está mais preocupada em dar o show. Claro, vivemos para dar o show, com certeza todos estão convictos disso. Todos entrarão na pista para dar o melhor de si. Mas é uma situação totalmente diferente, ainda mais com o botão de ultrapassagem, isso acaba fazendo uma corrida mais tumultuada que o normal”, encerrou.
 
A Corrida do Milhão da Stock Car acontece neste final de semana, em Goiânia. O GRANDE PRÊMIO estará in loco e traz tudo sobre a tradicional prova, que ainda conta com a participação de Felipe Massa como convidado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube