Pirelli prevê alto desgaste dos pneus e recomenda trocas nas duas corridas da etapa de Buenos Aires

Por conta do asfalto antigo e bastante abrasivo do Autódromo Oscar y Juan Galvez, palco da nona etapa da temporada 2017 da Stock Car, a fornecedora oficial de pneus da categoria acredita que a rodada vai abrir um grande leque de opções em termos de estratégia no próximo domingo. Thiago Meneghel, chefe da TMG/Shell Racing, vê o fator determinante em termos de resultados

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Pela primeira vez em dez anos, a Stock Car vai correr no Autódromo Oscar y Juan Galvez, em Buenos Aires. Palco da nona etapa da temporada 2017 neste fim de semana, o circuito localizado na capital argentina tem como uma das características o asfalto bastante antigo e abrasivo, que naturalmente oferece um desgaste muito maior em termos de pneus.

 
Assim, a Pirelli, fornecedora oficial da Stock Car, recomendou que os pilotos façam trocas de pneus nas duas corridas da rodada do próximo domingo (1). A tática é incomum na categoria, mesmo neste novo formato com as duas corridas tendo a mesma duração neste ano, de 40 minutos mais uma volta. Mas o asfalto portenho é considerado crítico neste sentido.
A Pirelli alertou para o asfalto abrasivo do circuito de Buenos Aires (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Vale lembrar que trata-se de uma recomendação, de modo que os pilotos não necessariamente têm de cumprir com a sugestão da Pirelli. Por conta dos custos, cada competidor tem direito a um jogo e meio (seis pneus) por etapa. 
 
“Muito provavelmente, e como foi sugerido pela Pirelli, a troca dos dois pneus do lado esquerdo do carro, em ambas as provas, será inevitável pela alta abrasividade da pista”, comentou Fabio Magliano, gerente de motorsport da Pirelli. “Este ingrediente extra vai abrir a oportunidade para as equipes traçarem estratégias muito diferente entre elas, algo que terá fundamental importância nos resultados das corridas”, acrescentou.
 
A versão do traçado de Buenos Aires escolhida para a Stock Car neste fim de semana, dentre as tantas disponíveis no Autódromo Oscar y Juan Galvez, compreende 3.353m de extensão e conta com uma curva de raio longo à direita. O traçado é percorrido em sentido horário, de modo que é natural um maior desgaste dos pneus do lado esquerdo, o que é amplificado pelo asfalto abrasivo argentino.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Chefe de equipe da TMG/Shell Racing, Thiago Meneghel sabe que vai ter pela frente um trabalho difícil para lidar com o desgaste excessivo de borracha. “Vamos monitorar de perto o comportamento dos pneus, já que o desgaste pode ser um fator importante na prova”, avaliou.

 
As atividades de pista em Buenos Aires começam logo mais, nesta sexta-feira, com a disputa do primeiro treino livre, com duração de uma hora para cada um dos dois grupos de 15 pilotos cada, a partir de 13h20 (horário de Brasília). No sábado, o cronograma compreende um segundo treino, às 10h10, e a classificação, às 14h, com transmissão ao vivo pelo canal SporTV 3. A rodada dupla acontece no domingo, com a largada da corrida 1 acontecendo às 14h e a segunda, às 15h10, também com transmissão do SporTV 3.
TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube