Stock Car

Quarto no grid em Goiânia, Nunes traça meta para amenizar 2018 difícil: “Tentar primeiro pódio do ano”

Diego Nunes conquistou sua melhor posição no grid de largada em 2018. O piloto da Full Time, que vem de uma temporada bastante complicada, teve muitos motivos para sorrir neste sábado em Goiânia. O paulista vai largar na quarta posição e com a meta de lutar pelo pódio
Warm Up, de Goiânia / FERNANDO SILVA, de Goiânia
 Diego Nunes (Foto: Fernanda Freixosa/Stock Car)
Dono de duas vitórias e um total de seis pódios em 147 corridas disputadas na Stock Car, Diego Nunes já mostrou sua capacidade ao longo dos últimos anos no grid da principal categoria do automobilismo brasileiro. Em 2016, por exemplo, o paulista de 32 anos terminou o campeonato na sétima posição. No entanto, 2018 não vem sendo fácil para o piloto da Full Time, que enfrentou uma série de problemas durante todo o ano. Mas o sábado (3) chuvoso de treino classificatório em Goiânia trouxe alegrias a Diego, que vai largar na quarta posição do grid da corrida 1 neste domingo.
 
Em meio a uma classificação lotérica por conta da chuva que desabou de vez em Goiânia no fim do Q1, Nunes mostrou boa performance na chuva, fez uma sequência muito forte de voltas rápidas no molhado no Q2 e conseguiu avançar com o quinto melhor tempo. Na fase final da sessão, Diego obteve um lugar na segunda fila do grid, confirmando sua melhor classificação na temporada.
 
Ao GRANDE PRÊMIO pouco depois do exame antidoping — procedimento que todos os seis pilotos que foram ao Q3 foram submetidos depois da classificação em Goiânia —, Nunes lembrou as dificuldades de 2018 na comparação com os anos anteriores e destacou sua performance tanto no seco como no molhado. 
Diego Nunes foi ao Q3 pela primeira vez em 2018 (Foto: Duda Bairros/Stock Car)
“Esse ano está difícil. No ano passado a gente esteve bem melhor no segundo semestre. No ano retrasado também, muito bem...”, disse.
 
“O Q1 foi no seco, e o carro já se mostrou bem equilibrado. E quando começou a chover, até fiquei contente porque na chuva consigo normalmente me sair bem. Mas acho que a gente está bem, está competitivo. A gente está entre os seis mais rápidos, tanto no seco como na chuva, então é tentar trazer o primeiro pódio do ano”, comentou.
 
Curiosamente, o último dos seis pódios conquistados por Nunes na Stock Car foi justamente em Goiânia. Há quase dois anos, quando também choveu no Planalto Central na corrida disputada em 6novembro de 2016, Diego terminou em terceiro lugar.
 
“Amanhã é ir para cima. Não tenho compromisso nenhum com o campeonato, todos sabem, então é ir com tudo e conquistar o pódio”, acrescentou o dono do carro #70 da Full Time, que busca no resultado que busca obter neste domingo um impulso já visando a próxima temporada. “É tentar terminar bem como uma preparação para o ano que vem”, complementou.
 
A largada da corrida 1 está marcada para 13h (horário brasileiro de verão), enquanto a última prova do fim de semana tem largada prevista para 14h10. O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ a etapa de Goiânia da Stock Car neste fim de semana com o repórter Fernando Silva.