Stock Car

Redução de distância para Serra empolga Gomes para etapas finais da Stock Car: “Dá para brigar pelo título”

Discretamente, enquanto Felipe Fraga e Lucas Di Grassi brigavam pela vitória, Marcos Gomes foi ao pódio da corrida 1 em Cascavel no último domingo (9) e se recolocou na briga pelo título de 2018 - segundo ele próprio, ao analisar a redução da vantagem do líder Daniel Serra
Warm Up / FELIPE NORONHA, de São Paulo
 Marcos Gomes (Foto: Duda Bairros/Vicar)
O final de semana da Stock Car em Cascavel definiu que, para as quatro etapas restantes da temporada, "temos um jogo": Daniel Serra não pontuou e viu sua distância para os outros candidatos ao título diminuir consideravelmente.

Felipe Fraga, o vice-líder, sabe disso, e celebrou a condição. E o mesmo acontece com Marcos Gomes, seu companheiro na Cimed.

Gomes chegou em terceiro na corrida 1 no Paraná, no último domingo (9), enquanto Fraga e Lucas Di Grassi brigavam pela vitória. Se não triunfou, soube correr taticamente para garantir pontos importantíssimos.

Ao final da etapa, analisou ao GRANDE PRÊMIO a situação:  "Sem dúvidas (foi importante). Tiramos 24 pontos dele (Serra). A última etapa não tinha sido boa para mim e agora a gente conseguiu descontar bastante."
Marcos Gomes (Foto: Bruno Terena/RF1)
"Se não me engano a diferença está em 30 e poucos pontos, a última etapa vale 60 e temos ainda mais três rodadas duplas, então acho que sem dúvida dá para brigar por esse título", completou.

Gomes chegou a 159 pontos e está 32 abaixo de Serra, que tem 191. Max Wilson, companheiro do líder na RC Eurofarma, está empatado com o piloto da Cimed. Rubens Barrichello fecha o top-5, com 142 pontos (e Cacá Bueno vem logo em seguida, com 141). 

A briga entre os postulantes ao título, mais do que nunca aberta, segue daqui duas semanas, no Velo Città, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo - e o GP cobre 'in loco' mais uma etapa da temporada 2018 da Stock Car.