Embalada por vitórias no Velo Città e em Londrina, TMG/Shell Racing vai a Buenos Aires para manter boa fase na Stock Car

O fim de semana da nona etapa da temporada 2017 da Stock Car é especial. Após dez anos, a principal categoria do esporte a motor brasileiro vai realizar uma prova na Argentina. Átila Abreu e Ricardo Zonta, que vêm de vitórias nas últimas provas, têm lembranças positivas do clássico circuito Oscar y Juan Galvez e seguem otimistas para a rodada dupla em solo portenho

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Dez anos depois, a Stock Car volta a realizar uma etapa no exterior. Depois de uma década longe de Buenos Aires, a principal categoria do automobilismo nacional regressa ao clássico Autódromo Oscar y Juan Galvez, na capital argentina, para realizar a nona etapa da temporada 2017 no próximo domingo (1). Um fim de semana especial para todo o certame e que é encarado pela TMG/Shell Racing como mais uma oportunidade para comprovar o bom momento do time após as vitórias de Átila Abreu no Velo Città e de Ricardo Zonta em Londrina, duas das últimas provas do campeonato.

 
Os resultados recentes apenas consolidam a equipe chefiada por Thiago Meneghel como uma das melhores do ano no certame, ocupando a terceira colocação, com 297 pontos, atrás apenas da Cimed, com 309, e da RC/Eurofarma, que lidera a tabela com 374. No campeonato dos pilotos, Átila segue na briga pelo título e soma 190 pontos, contra 235 do líder, Daniel Serra, e 222 de Thiago Camilo. Ricardo Zonta, dono de duas vitórias no ano, em Goiânia e Londrina, luta para voltar ao top-10 e tem 107 tentos.
 
Palco do GP da Argentina de F1 em 20 oportunidades e da Stock Car entre 2005 e 2007, Buenos Aires foi o cenário da estreia de Átila na categoria, em 2006, ano marcado pelo gravíssimo acidente sofrido por Gualter Salles. Ricardo Zonta também já acelerou no circuito argentino na Stock Car um ano depois.
Zonta volta a Buenos Aires embalado pela vitória na corrida 2 em Londrina (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)
Neste fim de semana, a Stock Car vai fazer uso do traçado de 3.353 m. Entre os principais trechos, destacam-se a reta dos boxes, ligada à reta oposta por um curvão à direita, partindo para a curva Ascari, antes da entrada do setor misto da pista, finalizando com a passagem pelo Tobogã e o S da Horquilla, trechos que também fizeram parte da última vez em que a F1 correu em Buenos Aires, em 1998. O Mundial, aliás, estuda voltar à Argentina em um futuro próximo.
 
Em Londrina, Átila foi o mais votado no pleito do Hero Push, botão de ultrapassagem extra que os fãs da Stock Car podem entregar ao seu piloto preferido, por isso está inelegível para receber novamente o push-to-pass adicional em Buenos Aires. Mas Zonta, que entrou no rol dos mais votados em Curvelo, pode novamente ser votado neste fim de semana por meio do site oficial da Stock Car.
 
O paranaense se mostrou bastante empolgado por poder a voltar a acelerar no circuito portenho, novamente na Stock Car. “A expectativa por andar na Argentina é grande. O último ano que a Stock Car correu lá foi em 2007, que foi meu primeiro ano na categoria. No ano passado, andei nessa pista no Super Turismo e fui o terceiro mais rápido no treino. É uma pista meio travada, tem algumas curvas de alta, mas é bem estreita para o carro da Stock Car”, comentou.
Ao receber o Hero Push em Londrina, Átila está inelegível para a votação em Buenos Aires (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)
Zonta destacou a paixão do argentino pelo esporte a motor e a volta a um ambiente bastante apreciado pelos pilotos. “O automobilismo na Argentina é bem respeitado, o povo gosta bastante. É importante que façamos um bom trabalho para mostrar que a categoria está muito bem perante os estrangeiros”, destacou o veterano.
 
Por sua vez, Átila lembrou do seu debute na categoria, ocorrido há 11 anos. “Minha primeira participação na Stock Car foi justamente em Buenos Aires, numa corrida ‘avulsa’, disputada sob chuva. Sem dúvida, é muito bacana voltar à Argentina, agora num traçado diferente do que competimos outras vezes. Estou muito curioso para ver o tempo de volta do Stock Car atual”, declarou o sorocabano.
 
“Treinei a pista no simulador e o traçado me parece bem técnico, com trechos de alta e outros mais travados. Será importante aproveitar bem os treinos livres para ganhar tempo de pista. Acredito que a tomada de tempo vai ser muito importante, pois a pista tem poucos pontos de ultrapassagem. Temos uma grande chance para pontuar bem e reduzir a diferença para o líder”, complementou o #51.
Buenos Aires volta a receber a Stock Car após dez anos (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)
Thiago Meneghel se mostrou otimista para a rodada dupla deste fim de semana, mas alertou para um quesito que considera decisivo para o resultado em Buenos Aires: o desgaste dos pneus.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Esperamos fazer uma boa etapa em Buenos Aires. É sempre positivo voltarmos a um autódromo em que já estamos há algum tempo sem competir. O público argentino tem uma forte cultura de automobilismo, o que é uma motivação adicional para todos na Shell Racing. Vamos monitorar de perto o comportamento dos pneus, já que o desgaste pode ser um fator importante na prova”, complementou o engenheiro.

 
Os trabalhos de pista em Buenos Aires começam nesta sexta-feira (29), com a disputa do primeiro treino livre às 13h30 (horário de Brasília). No sábado, a segunda sessão está marcada para 10h10, com 40 minutos para cada um dos dois grupos, enquanto a definição do grid acontece às 14h, com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura SportV 3. A abertura da rodada dupla está marcada para a tarde do primeiro dia de outubro, às 14h, enquanto o desfecho da etapa, igualmente com 40 minutos mais uma volta, tem largada prevista para 15h10, também com transmissão do SporTV 3.
TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube