Stock Car interrompe 1º treino livre e atrasa cronograma para fazer reparos em zebras do circuito de Brasília

Primeiro treino livre, que tem a liderança de Rubens Barrichello, foi interrompido com bandeira vermelha. Motivo: reparos na pista e na zebra da curva 1 do anel externo do circuito de Brasília

A Stock Car realiza neste fim de semana a quinta etapa da temporada 2013 no Autódromo Internacional Nelson Piquet em Brasília, no seu anel externo. Entretanto, na manhã deste sábado (1), a categoria não conseguiu cumprir seu cronograma do primeiro treino livre. A sessão, prevista para acontecer entre 8h e 10h20 (horário de Brasília), foi interrompida duas vezes com bandeira vermelha. Ocorre que a pista apresentou problemas nas zebras recém-reformadas, obrigando a direção de prova a intervir e realizar reparos, sobretudo na curva 1. 

Via comunicado, a Vicar, empresa que promove e organiza a Stock Car, explicou o ocorrido em Brasília pela manhã. "Os treinos da Stock Car foram paralisados por questão de segurança. Organizadores tentam resolver a questão das armações de ferro, uma espécie de ralo, colocadas sobre as tampas de concreto fixadas sobre os bueiros nas laterais da pista e justamente onde os carros apoiam parte dos pneus na busca pelos tempos mais rápidos. O Autódromo de Brasília passou por algumas reformas para receber esta etapa da Stock Car", disse a empresa.


A primeira interrupção aconteceu logo após a entrada dos carros do grupo 2. A tomada de tempos dos pilotos foi prejudicada por conta de um problema nas zebras da curva 1. A sessão foi interrompida com bandeira vermelha para que a organização do autódromo fizesse reparos na pista naquela altura da pista. Para amenizar o problema, a direção de prova determinou que, ao retorno do treino, os pilotos teriam mais 55 minutos de atividades no anel externo de Brasília.

Às 11h10 (hora de Brasília), o treino ainda não havia sido retomado. Por meio do locutor oficial da Stock Car, os chefes de equipe foram chamados à torre de controle para uma reunião em caráter de urgência. Após a reunião com os comissários esportivos e chefes de equipes, os boxes foram abertos às 11h25. 

Segundo o locutor, ficou decidido, também, que os pilotos não podem mais usar a zebra da curva 1, trecho da pista que causou a interrupção do treino. Segundo a organização da Stock Car, haverá uma tolerância para um primeiro erro, uma advertência na segunda vez e, na terceira vez, punição — a qual não foi especificada.

Finalmente, depois de quase uma hora de paralisação, a sessão foi liberada para 55 minutos para os pilotos do segundo grupo. Mas o treino seguiu seu curso por apenas 12 minutos, já que novamente foi interrompido com bandeira vermelha, obrigando os pilotos a voltarem para os boxes. Assim como da primeira vez, a interrupção foi feita para a realização de reparos na curva 1. Até o momento, não há previsão para a retomada das atividades em Brasília. Rubens Barrichello foi o mais rápido do grupo 1 e lidera provisoriamente a sessão na capital federal.

Ainda segundo a Vicar, no comunicado emitido às 13h30 (hora de Brasília), o treino livre será retomado em minutos, mas com duração de 30 minutos. A empresa também garantiu a realização da sessão classificatória, prevista para as 16h. Contudo, não há informações a respeito dos treinos previstos para este sábado no Brasileiro de Turismo, categoria criada para substituir a extinta Copa Montana como acesso à Stock Car.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube