Após nove vitórias seguidas de Bautista, Superbike reage a domínio e limita potência de motor da Ducati

A sequência de vitórias de Álvaro Bautista no Mundial de Superbike parece ter incomodado a organização do campeonato. Baseado em um regra criada em 2018, diminuíram a potência do motor da Ducat, equipe do espanhol, a partir da próxima etapa, a quarta do ano, na Holanda

Álvaro Bautista correu nove provas em sua carreira, até aqui, no Mundial de Superbike – e ganhou todas. Agora, ele ganhou um prêmio por isso: mas não dos mais positivos.

Utilizando uma regra introduzida na categoria em 2018, a organização do Mundial anunciou nesta quarta-feira (10) que as motos da Ducati terão sua potência de motor diminuída a partir da quarta etapa do campeonato, a próxima, na Holanda.

De acordo com o regulamento, após três etapas a organização pode equilibrar a potência do motor das equipes com base na análise dos resultados obtidos na pista. Desta forma, a Ducati perde 250 rotações por minuto a partir da próxima etapa, enquanto a Honda, última colocada na classificação até aqui, ganha bônus de 500 rpm.

Álvaro Bautista (Foto: Ducati)

Além disso, Ducati e Kawasaki, a equipe de Jonathan Rea, que acabou em segundo todas as nove corridas, perder a chance de realizar uma atualização na moto durante a  temporada. Por outro lado. Yamaha, BMW e Honda ganham uma atualização – que deve ser feita em todas as motos da equipe, não apenas em uma.

No momento, Bautista lidera o campeonato com 186 pontos, contra 147 de Rea. Se ambos terminaram todas as corridas com os dois lugares mais altos do pódio até aqui, o restante também não traz muitas mudanças a cada corrida: na Tailândia, por exemplo, as três corridas da etapa tiveram os mesmo sete pilotos no top-7, na mesma ordem (Bautista, Rea, Alex Lowes, Michael van der Mark, Leon Haslam, Marco Melandri e Alesssandro Cortese).

O Mundial de Superbike volta no próximo final de semana, em Assen, com uma corrida no sábado (13) e duas no domingo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube