Superbike

Bautista domina Phillip Island e vence com folga na estreia no Mundial de Superbike. Rea e Melandri completam pódio

Álvaro Bautista estreou com pompa e circunstância no Mundial de Superbike e venceu a corrida 1 da etapa da Austrália com 14s983 de margem para Jonathan Rea. Marco Melandri completou o pódio em Phillip Island
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Álvaro Bautista não poderia ter sonhado com uma estreia melhor no Mundial de Superbike. Depois de se destacar nos testes da pré-temporada, o #19 apareceu dominante neste sábado (23) em Phillip Island e se tornou o primeiro a vencer na corrida de estreia na categoria desde Max Biaggi em 2007.
 
Embora tenha mostrado boa velocidade nos testes e treinos, o ex-MotoGP não conseguiu a pole no traçado de Victoria e largou apenas em terceiro, atrás de Jonathan Rea e Leon Haslam. A
Álvaro Bautista foi dominante em Phillip Island (Foto: Ducati)
Com uma performance impecável, Álvaro logo passou Haslam e Rea, respectivamente, e assumiu a ponta, disparando na liderança a bordo de sua Ducati Panigale V4 R. Lançando mão de uma volta rápida atrás da outra, o espanhol chegou à metade das 22 voltas da disputa com mais de 8s de margem para o #1.
 
Ao contrário de Bautista, porém, Rea não teve vida fácil neste sábado, já que a disputa pelo segundo lugar foi bastante mais intensa, envolvendo Haslam e Alex Lowes, enquanto Tom Sykes e Marco Melandri vinham chegando, junto com Toprak Razgatlioglu, que saltou para sétimo depois de largar em 14º.
 
Rea e Haslam travaram uma boa batalha, mas, na 13ª volta, o #91 caiu e encurtou o caminho de Johnny rumo ao pódio. Melandri e Lowes também brigaram firmemente pelo terceiro posto na última volta, mas foi o piloto da GRT Yamaha quem levou a melhor, superando o #22 por só 0s050.
 
19s179 atrás do vencedor, Michel van der Mark conseguiu o quinto posto, 2s195 melhor que Razgatlioglu, o sexto colocado. Estreando pela BMW, Sykes ficou em sétimo, à frente de Sandro Cortese, que debuta em 2019 na categoria principal da série das motos de produção.
Álvaro Bautista não subia no topo do pódio de um campeonato mundial desde 2009, ainda nas 250cc (Foto: Ducati)
Michael Ruben Rinaldi aparece na sequência, com Chaz Davies completando um top-10 separado por 27s124. Apesar da queda em meados da disputa, Haslam conseguiu receber a bandeirada em 15º, 41s009 atrás de Bautista.
 
A estreante corrida Superpole acontece neste sábado, às 22h (de Brasília), com o complemento da rodada tripla agendado para 1h de domingo.
 
Mundial de Superbike 2019, Austrália, Phillip Island, Corrida 1, Final:

1 19 ÁLVARO BAUTISTA DUCATI 33:38.901 22 voltas
2 1 JONATHAN REA KAWASAKI +14.983  
3 33 MARCO MELANDRI GRT YAMAHA +16.934  
4 22 ALEX LOWES YAMAHA +16.984  
5 60 MICHAEL VAN DER MARK YAMAHA +19.179  
6 54 TOPRAK RAZGATLIOGLU PUCCETTI KAWASAKI +21.203  
7 66 TOM SYKES BMW MOTORRAD +21.488  
8 11 SANDRO CORTESE GRT YAMAHA +23.018  
9 21 MICHAEL R RINALDI BARNI DUCATI +25.580  
10 7 CHAZ DAVIES DUCATI +27.124  
11 81 JORDI TORRES PEDERCINI KAWASAKI +28.214  
12 50 EUGENE LAVERTY GO ELEVEN DUCATI +30.055  
13 28 MARKUS REITERBERGER BMW MOTORRAD +31.859  
14 36 LEANDRO MERCADO ORELAC KAWASAKI +34.793  
15 91 LEON HASLAM KAWASAKI +41.009  
16 23 RYUCHI KIYONARI ALTHEA HONDA +45.523  
17 52 ALESSANDRO DELBIANCO ALTHEA HONDA +1 volta  
18 17 TROY HERFOSS PENRITE HONDA NC  
19 2 LEON CAMIER HONDA NC