Superbike

Com apoio da Yamaha do Brasil, Ton Kawakami fecha com MS e disputa Mundial de Supersport 300 em 2019

Aos 18 anos, Ton Kawakami fará sua estreia no Mundial de Supersport 300 em 2019. O irmão de Meikon vai defender a equipe MS na categoria de base do Mundial de Superbike com apoio do braço brasileiro da Yamaha

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Mais um brasileiro vai fazer sua estreia em campeonatos mundiais. Com apoio do braço nacional da Yamaha, Ton Kawakami vai disputar em 2019 a temporada do Mundial de Supersport 300.
 
Aos 18 anos, Ton fechou com a MS, uma equipe que conta com suporte oficial da fábrica dos três diapasões, e vai guiar uma YZF-R3. A moto vem equipada com o kit GTYR – GENUINE YAMAHA TECNOLOGY RACING, composto por suspensões Öhlins com amortecedores invertidos na dianteira, freio dianteiro com disco Brembo de 298mm, sistema de escapamento Akrapovic e radiador racing de maior volume.
Ton Kawakami vai correr pela equipe MS no Mundial de Supersport 300 (Foto: Yamaha)
Piloto da marca dos três diapasões nos últimos três anos, Kawakami vai chegar à série que teve Ana Carrasco como campeã em 2018 com uma base importante, já que foi um dos dois representantes do Brasil no VR46 Master Camp, um programa de treinamento fornecido pela Yamaha em parceria com a academia de Valentino Rossi.
 
Além disso, Ton foi campeão nas categorias por onde passou nos últimos em três anos. Em 2016, Kawakami ficou com o título da R3 Cup, repetindo o feito no ano seguinte, agora na categoria Stock. Neste ano, o irmão de Meikon venceu oito das dez provas que disputou com a YZF-R6 e levou o título da Supersport 600 do Superbike Brasil.
 
“A oportunidade é um sonho”, resumiu Kawakami. “Precisei de um tempo para entender e me dar conta do que estava acontecendo”, contou. 
 
“Ainda que o nível do mundial seja altíssimo, tenho a meu favor a grande experiência com a Yamaha R3, o suporte da Yamaha Motor do Brasil e também o da equipe MS Racing, que conquistou a vitória e um terceiro lugar na última corrida de 2018”, apontou Ton. “Vou me dedicar de corpo e alma. Farei valer o esforço de todos os envolvidos, desde a minha família, aos meus patrocinadores”, avisou.
 
Gerente-executivo de Marketing e Produto da Yamaha, Helio Ninomiya ressaltou que a presença de Ton no Mundial de Supersport 300 é fruto do envolvimento da marca na formação de pilotos no Brasil.
Ton Kawakami foi um dos pilotos que esteve com Valentino Rossi no Master Camp (Foto: Yamaha)
“O suporte ao Ton é fruto da estratégia da Yamalube R3 Cup no Brasil, que é formar ― em alto nível ― jovens pilotos”, falou Ninomiya. “Continuaremos a investir na R3 Cup para que novos talentos surjam e, com isso, possamos ter o Brasil competindo no mais alto nível do motociclismo mundial”, garantiu.
 
O calendário do Mundial de Supersport 300 é formado por nove etapas, que serão realizadas nos circuitos de Aragão, Assen, Ímola, Jerez, Misano, Donington Park, Algarve, Magny-Cours e Losail. A temporada começa em 7 de abril.