Líder do Mundial de Superbike, Bautista vê “porta mais fechada” para voltar à MotoGP com Ducati

Álvaro Bautista admitiu que esperava uma chance para poder retornar à MotoGP, mas entende que a porta está ainda mais fechada com a Ducati. O #19, que lidera o Mundial de Superbike, considerou que a casa de Bolonha está satisfeita com Andrea Dovizioso e Danilo Petrucci

Álvaro Bautista reconheceu que as portas estão “mais fechadas” para voltar à MotoGP. Líder do Mundial de Superbike, o #19 reconheceu que a Ducati está satisfeita com Andrea Dovizioso e Danilo Petrucci.
 
Bautista desembarcou na série das motos de produção neste ano e, bem ajustado à Panigale V4 R, venceu 14 das 19 corridas disputadas até aqui. 
 
Desde o início do ano, rumores indicavam uma cláusula contratual que assegurava o retorno à MotoGP em caso de título no Mundial de Superbike, mas a Ducati já tinha deixado claro que isso não existia.
Álvaro Bautista (Foto: Ducati)
Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?

Durante a passagem por Misano, Bautista admitiu que esperava uma chance de voltar à classe rainha do Mundial de Motovelocidade, mas admitiu que agora quer apenas resolver logo seu futuro profissional.
 
“Nós estávamos esperando uma oportunidade para voltar para a MotoGP”, disse Bautista. “Agora parece que a porta está mais fechada, porque a Ducati está muito feliz com os pilotos e está muito feliz comigo aqui”, seguiu.
 
“Então eles querem manter as coisas assim. Vamos ver”, comentou. “Espero ter algo acertado neste mês, porque é uma coisa a menos para pensar”, completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube