Mundial de Superbike muda calendário por coronavírus e troca Misano por Estoril

O campeonato não passa mais pelo circuito italiano e deixa dúvida para a MotoGP, que realiza rodada dupla com presença de público

Misano não vai mais receber a etapa final da temporada 2020 do Mundial de Superbike. Nesta terça-feira (18), a categoria anunciou que mudou a praça da decisão do campeonato para Estoril por conta das incertezas da pandemia da Covid-19.

O coronavírus obrigou a categoria do motociclismo a alterar por diversas vezes o calendário deste ano. A última feita foi o cancelamento da passagem pela Argentina, descartando qualquer corrida fora da Europa.

A rodada dupla em San Marino e Riviera de Rimini ainda não estava confirmada na última divulgação de datas. Então, junto com a Dorna e a FIM [Federação Internacional de Motociclismo], o Mundial de Superbike decidiu ir para Portugal entre os dias 16 e 18 de outubro.

O circuito de Estoril já recebeu a categoria em duas oportunidades. A primeira vez em 1988, depois retornando em 1993. Essa vai ser a primeira vez na história que o país luso vai servir de palco para duas etapas do Superbike – a primeira passagem aconteceu em Portimão, entre os dias 31 de julho e 2 de agosto. Ainda não foi definido se serão permitidos público ou mídia externa.

Misano não recebe mais o Mundial de Superbike em 2020 (Foto: Reprodução)

Conforme informado no comunicado emitido pelo Mundial, “esse era o último ano do atual contrato [com Misano] e apesar do cancelamento, um novo acordo de três anos foi fechado. 2021 vai marcar o 30º ano do Mundial de Superbike na pista, que esteve no calendário em quase todas as temporadas, com exceção de duas [2020 será a terceira]”.

Misano esteve recentemente no noticiário das duas rodas. O motivo é que a MotoGP anunciou que a rodada dupla de setembro, nos dias 13 e 20, vai ser a primeira da temporada 2020 com a presença de público. Ao longo do fim de semana, serão permitidas 10 mil pessoas por dia no circuito, totalizando 60 mil ao final das duas corridas.

Andrea Albani, diretor do circuito de Misano, disse que “é uma escolha dolorosa porque a conexão entre o circuito e o Mundial de Superbike é profunda e sempre teve uma atmosfera animadora durante a etapa de San Marino e Riviera e Rimini.”

“Objetivamente, neste ano não havia opções para correr, mesmo decidindo por adiar a corrida para os dias 6 a 8 de novembro, trabalhamos duro para todas as oportunidades possíveis. Entretanto, vamos nos reencontrar em 2021 e vamos comemorar com uma ótima festa de 30 anos. Ainda, a assinatura de mais três anos mostra nosso desejo de manter essa forte relação”, completou.

Os casos de coronavírus na Itália têm voltado a crescer. Nas últimas 24 horas, já são 320 novos infectados, levando ao número total de 254.235. Quatro pessoas morreram no mesmo período, com 35.400 óbitos totais no país. Na região da Emilia-Romanha, onde fica a pista, 30.505 pessoas contraíram o vírus, com 4.299 mortes. Para tentar frear a segunda onda de contaminação, casas noturnas estão sendo fechadas e a máscara se tornou obrigatória.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube