Rea segura Davies e começa temporada 2017 do Mundial de Superbike com vitória na corrida 1 de Phillip Island

Jonathan Rea começou da melhor maneira a temporada 2017 do Mundial de Superbike. Defendendo seu título de 2016, neste sábado (25) aconteceu a corrida 1 da categoria em Phillip Island. Após mostrar grande desempenho e conseguir segurar as investidas de Chaz Davies, o piloto conquistou a vitória na Austrália

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Jonathan Rea começou 2017 defendendo perfeitamente o seu título da temporada anterior. Neste sábado (25), aconteceu a primeira corrida do ano, em Phillip Island, e se defendendo dos ataques de Chaz Davies, cruzou a linha de chegada na primeira posição.
 

A largada da prova foi bastante movimentada. Rea, Davies, Tom Sykes, Marco Melandri e Alex Lowes mostraram bom ritmo durante a parte inicial da etapa, e em algum momentos todos pontearam o pelotão.
 
Foi então que nos cinco giros finais a performance e os pneus começaram a tirar o desempenho dos pilotos e a distanciar os competidores. Rea, que estava em primeiro, conseguiu se afastar dos adversários, mas viu Davies tentar uma última investida.
Rea conquistou vitória na corrida 1 na Austrália (Foto: Reprodução/Twitter)
No inicio da última volta o titular da Aruba.it tentou abocanhar a primeira posição. No entanto, o piloto britânico teve a porta fechada, e recebeu a bandeira quadriculada apenas 0s042 atrás do vencedor. Quem completou o pódio da prova foi Sykes, que fechou com uma desvantagem de 1s para o companheiro.
 
Lowes, eu chegou a liderar alguns giros, ficou com o quarto posto, enquanto Leon Camier, que mostrou desempenho impressionante  e conquistou a quinta posição da corrida. Xavi Fores, Jordi Torres, Eugene Laverty, Michael van der Mark e Randy Krummenacher fecharam o top-10.
 
 Melandri teve seu retorno para o Mundial de Superbike com um gosto agridoce. Fora da categoria desde 2014, o piloto chegou a ficar na ponta por algumas voltas, mas viu seu triunfo escapar pelos dedos após sofrer um acidente com oito voltas para o fim.

Mundial de Superbike, Phillip Island, corrida 1:

1 1 JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
22 voltas
2 7 CHAZ DAVIES ING DUCATI
1199 PANIGALE R
+0.042
3 66 TOM SYKES ING KAWASAKI
ZX-10R
+1.050
4 22 ALEX LOWES ING YAMAHA
YZF-R1
+1.082
5 2 LEON CAMIER ING MV AGUSTA
1000 F4
+3.002
6 12 XAVI FORÉS ESP BARNI
DUCATI PANIGALE R
+3.320
7 81 JORDI TORRES ESP ALTHEA
BMW S1000 RR
+8.725
8 50 EUGENE LAVERTY IRL MILWAUKEE APRILIA
APRILIA RSV4 RF
+12.135
9 60 MICHAEL VAN DER MARK HOL YAMAHA
YZF-R1
+12.180
10 88 RANDY KRUMMENACHER AUS PUCCETTI
KAWASAKI ZX-10R
+12.439
11 69 NICKY HAYDEN EUA HONDA
CBR1000RR
+19.344
12 21 MARKUS REITERBERGER ALE ALTHEA
BMW S1000 RR
+21.336
13 40 ROMÁN RAMOS ESP GO ELEVEN
KAWASAKI ZX-10R
+24.866
14 15 ALEX DE ANGELIS RSM PEDERCINI
KAWASAKI ZX-10R
+24.902
15 6 STEFAN BRADL HOL HONDA
CBR1000RR SP
+28.936
16 84 RICARDO RUSSO ITA GUANDALINI
YAMAHA YZF-R1
+39.404
17 86 AYRTON BADOVINI ITA GRILLINI
KAWASAKI ZX-10R
+42.941
18 37 ONDREJ JEZEK RTC GRILLINI
KAWASAKI ZX-10R
+48.043
19 33 MARCO MELANDRI ITA DUCATI
1199 PANIGALE R
NC
20 25 JOSH BROOKS ITA YAMAHA
YAMAHA YZF-R1
NC
21 32 LORENZO SAVADORI ITA MILWAUKEE APRILIA
APRILIA RSV4 RF
NC
22 36 LEANDRO MERCADO ARG IODA
APRILIA RSV4 1000 F
NC

PADDOCK GP #66 RECEBE LUCAS DI GRASSI, DEBATE F-E E NOVOS CARROS DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube