Superbike
30/09/2018 16:30

Rea tem grande atuação e conquista vitória na corrida 2 do Mundial de Superbike na França

Jonathan Rea não aliviou para os adversários nem mesmo após ter conquistado o título de 2018 do Mundial de Superbike. Neste domingo (30), o piloto tomou a ponta de Chaz Davies para conquistar o oitavo triunfo consecutivo
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Jonathan Rea (Foto: Mundial de Superbike)
Para quem achou que Jonathan Rea ia pegar leve depois do quarto título conquistado, estava muito enganado. Nesse domingo (30), o piloto teve atuação de gala para garantir a segunda vitória em Magny-Cours, o oitavo triunfo consecutivo.
 
Com a largada autorizada no circuito francês, Chaz Davies, que saiu em segundou, logo pulou para a ponta do pelotão, sendo acompanhado por Michael van der Mark e Marco Melandri. Enquanto isso, Lorenzo Savadori, que era o pole-position, acabou perdendo posições no pelotão. A primeira volta ainda não havia nem terminado e Rea já aparecia na terceira colocação.
 
Davies liderava e Jonathan se aproximava ameaçadoramente do adversário, com a dupla protagonizando um quente embate, como os tantos vistos nos últimos anos. O titular da Kawasaki dava diversas investidas, mas sempre via a porta ser fechada pelo piloto da Ducati. 
Jonathan Rea (Foto: Reprodução)
Mas então, Davies acabou cometendo um breve erro na curva 9. Então, no 12º giro da prova, Rea aproveitou o deslize do adversário para assumir a liderança do pelotão. Com a pista livre em sua frente, o piloto tinha ritmo muito superior para ser acompanhado. Chaz cruzou a linha de chegada em segundo, com Van der Mark completando o pódio.
 
Tom Sykes não conseguiu repetir o top-3 do sábado, mas uma ultrapassagem em cima de Marco Melandri na última volta garantiu ao piloto a quarta colocação final. O italiano terminou em quinto para fechar o top-5.
 
Savador, que começou a corrida na pole-position, teve um início de disputa difícil, mas depois conseguiu manter um ritmo constante para terminar o dia em sexto. Alex Lowes, Xavi Fores, Leon Camier e Loris Baz completando a lista dos dez primeiros pilotos.