Andrade e Monteiro fazem história e vencem na rodada dupla de abertura da temporada da Copa Truck em Goiânia

Mais nova categoria do automobilismo brasileiro, a Copa Truck realizou sua primeira etapa no último fim de semana no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia. Com um grid robusto, de quase 20 caminhões, o certame teve na Iveco a grande vencedora entre as marcas e Roberval Andrade e Beto Monteiro como os primeiros pilotos no topo do pódio

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Enquanto a F-Truck luta pela sua sobrevivência, a nova Copa Truck, categoria que nasceu da dissidência de muitos pilotos e equipes à gestão de Neusa Navarro Félix, foi à pista pela primeira vez no último fim de semana. O Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia, foi o palco escolhido para a abertura da temporada 2017, que compreende seis etapas e 12 corridas por Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste. Formada por um grid de 18 caminhões inscritos, Roberval Andrade e Beto Monteiro fizeram história e conquistaram as primeiras vitórias da mais nova categoria do automobilismo brasileiro no último domingo (28).

 
Roberval garantiu a primeira pole-position da Copa Truck no sábado. E aproveitou a posição de honra para abrir larga vantagem e triunfar. Mas pode-se dizer que o grande nome da primeira corrida do fim de semana foi Danilo Dirani. De volta aos caminhões depois de correr na Stock Car no ano passado, o experiente piloto largou em 15º — foi punido na classificação por excesso de fumaça do seu caminhão — e brilhou para garantir a dobradinha da Iveco em Goiânia.
 
Destaque para Débora Rodrigues, que também brilhou em Goiânia e completou o pódio da corrida 1. Na segunda prova, Débora garantiu outro bom resultado e cruzou a linha de chegada na quarta posição. 
Roberval Andrade foi o primeiro vencedor da Copa Truck em Goiânia (Foto: Fabio Oliveira/Copa Truck)
“Foi maravilhoso. Tudo o que eu queria era ter um bom resultado e principalmente não quebrar. Tivemos algumas quebras, mas isso é aceitável porque tivemos 40 dias para fazer o evento inteiro, preparar seis trucks. Muitas equipes nem tiveram tempo para fazer as revisões ou receber peças. Mas o saldo foi favorável. Muitos terminaram as corridas, houve muita disputa. Foi um início top”, festejou Rodrigues, que corre com caminhão da Volkswagen.
 
Ao falar sobre a vitória, Roberval festejou muito, se disse surpreso com o triunfo e lembrou dos momentos de incerteza até que a nova categoria fosse formada e colocasse os caminhões na pista.
 
“Juro que não esperava isso. Sessenta dias atrás eu havia interrompido minha carreira e nem sabia o que faria. Estou muito surpreso com esse resultado. Feliz pela equipe, pela liderança, pela dobradinha. Acho que a gente deixou uma história aqui, e é dessa história que quero buscar novos objetivos”, declarou o primeiro vencedor da nova Copa Truck.
Beto Monteiro no topo do pódio da segunda corrida do fim de semana (Foto: Rodrigo Ruiz/Copa Truck)
Beto Monteiro também fez história ao fechar a rodada dupla no topo do pódio. O pernambucano largou na corrida 2 do pit-lane depois de um incidente com Adalberto Jardim em que teve a mangueira do radiador de água estourada. Mas tão logo foi à pista, Monteiro conseguiu aproveitar o melhor rendimento dos pneus e foi escalando o pelotão até chegar à ponta e não sair mais de lá.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Dei sorte porque o truck saiu muito bom, parecia até que era a classificação. Consegui passar muita gente nas primeiras voltas e mantive um ritmo bem forte até o final. Não esperava ganhar. Sabia que o Dirani e o Roberval estavam muito rápidos, e mesmo o Muffato, que também sairia dos boxes à minha frente. Um lugar no pódio era a minha meta. Mas fiquei surpreso com o desempenho do truck”, comemorou.

 
O pódio da segunda corrida do fim de semana foi completado por Régis Boessio, da Volvo, e por Muffato, da Volkswagen. Débora terminou em quarto e, com o quinto lugar, Roberval Andrade fechou o fim de semana na liderança da Copa Truck e da Copa Centro-Oeste, com 41 pontos marcados, apenas um a mais em relação a Boessio. Beto Monteiro e Débora aparecem logo atrás, com 38. Fábio Fogaça e Luiz Lopes, empatados com 29 pontos, surgem na sequência.
 
A segunda etapa da Copa Truck acontece no próximo dia 11 de junho no circuito de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.
TÉO JOSÉ ACERTA PALPITE VENCEDOR DA INDY 500: ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube