Truck

Andrade faz prova de recuperação, supera Giaffone no final e vence corrida 1 em Curitiba

Após uma leve escorregada no início da prova, Roberval Andrade conseguiu se recuperar e passar Felipe Giaffone para vencer a primeira corrida do fim de semana em Curitiba. Leandro Totti completou o pódio
Warm Up / VINÍCIUS PIVA, de Curitiba
 Roberval Andrade faturou a primeira corrida em Curitiba (Foto: Vanderley Soares)
Com dose extra de emoção, Roberval Andrade venceu a primeira corrida da Copa Truck em Curitiba. O piloto do Scania, terceiro no grid, largou bem e pulou para segundo logo na primeira volta. Mas, enquanto tentava ultrapassar o líder Felipe Giaffone acabou escorregando e ficando mais de 5s atrás do líder.
 
No fim, porém, Andrade apertou o ritmo e na penúltima volta conseguiu a ultrapassagem sobre Giaffone para faturar a corrida 1 e, de quebra, assumir a liderança do campeonato. Giaffone, que controlou praticamente a corrida inteira teve de se contentar com o segundo lugar.
 
Leandro Totti não conseguiu acompanhar o ritmo dos dois primeiros, mas cruzou a linha de chegada em terceiro, seguido bem de perto por Wellington Cirino e Beto Monteiro, o quarto e quinto, respectivamente.
 
Renato Martins foi o sexto, Régis Boessio em sétimo, Adalberto Jardim o oitavo, Débora Rodrigues em nono e Witold Ramasauskas em décimo.
Roberval Andrade levou a melhor na primeira corrida (Foto: Duda Bairros)
Saiba como foi a corrida 1 da Copa Truck em Curitiba

Veio o sinal verde e Felipe Giaffone largou muito bem, assumindo a ponta. Roberval Andrade também acompanhou o rival pelo título e assumiu o segundo lugar, colocando o pole-position Danilo em terceiro.
 
Andrade ficou na cola de Giaffone na primeira volta e até arriscou uma ultrapassagem, mas não tinha espaço suficiente. Então, o primeiro giro se tornou um pesadelo para a equipe PPD. O estreante Maikon Lauck enfrentou problemas no motor, Dirani enconstou no curvão antes da reta principal e Pedro Paulo foi para os boxes.

Leandro Totti assumiu o terceiro lugar, trazendo Wellington Cirino em quarto e Beto Monteiro em quinto. André Marques era o sexto, Renato Martins o sétimo e Giuliano Losacco em décimo. 
 
Os dois primeiros já começavam a desgarrar dos demais. Na quinta volta, Totti já estava 2s do líder. Já Cirino tinha quase 7s de desvantagem para Giaffone. E foi no quinto giro que Marques, líder do campeonato, acabou escapando na curva e caiu para 11º. Depois, foi para os boxes.
 
Andrade e Totti também escorregaram para fora da pista e, assim, Giaffone abriu 5s de vantagem na liderança. Restando 10 minutos para fim da prova, os dez primeiros eram Giaffone, Andrade, Totti, Cirino, Monteiro, Boessio, Martins, Losacco, Ramasauskas e Rodrigues.

Giaffone vinha tranquilo na liderança, sem ser incomodado por Andrade, que, mesmo reduzindo a diferença gradativamente, não dava sinais de que conseguiria chegar de vez até a quadriculada. A essa altura, Totti já estava mais de 10s atrás do Volkswagen #4.
 
Mas, o cenário mudou nas voltas finais. Andrade apertou o ritmo e conseguiu a manobra de ultrapassagem sobre Giaffone na penúltima volta. E venceu a corrida 1, assumindo a liderança do campeonato.

Resultado final, corrida 1

1. Roberval Andrade (Scania), 15 voltas em 25min51s309
2. Felipe Giaffone (Volkswagen), a 4s811
3. Leandro Totti (Scania), a 12s438
4. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 12s776
5. Beto Monteiro (Iveco), a 13s262
6. Renato Martins (Volkswagen), a 36s068
7. Regis Boessio (Volvo), a 39s700
8. Adalberto Jardim (Ford), a 53s205
9. Debora Rodrigues (Volkswagen), a 1min02s214
10. Witold Ramasauskas (MAN), a 1min03s270
11. Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 1min03s703
12. Duda Bana (Volvo), a 1min04s359
13. Luiz Lopes (Iveco), a 1min32s658
14. Giuliano Losacco (Iveco), a 3 voltas
 
Não completaram
André Marques (Mercedes-Benz), a 5 voltas
Pedro Paulo (Mercedes-Benz), a 6 voltas
Danilo Dirani (Mercedes-Benz), a 9 voltas
Djalma Fogaça (Ford), a 10 voltas
Maikon Lauck (Mercedes-Benz), a 14 voltas
Pódio da primeira corrida do dia (Foto: Duda Bairros)