Truck

Cirino diz que mudança radical fez caminhão subir de produção no TL2 em Curvelo: “Acendeu legal”

Mais veloz desta sexta-feira (26) no circuito dos Cristais, Wellington Cirino credita melhor tempo do dia a uma mudança radical no acerto do seu caminhão Mercedes na segunda sessão desta tarde

Warm Up / VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
O nome da sexta-feira (26) em Minas Gerais foi Wellington Cirino. Terceiro colocado no TL1 em briga acirrada com Roberval Andrade e Felipe Giaffone, o piloto paranaense subiu de produção no segundo treino do dia e fechou a sexta em Curvelo com a melhor marca.
 
O dono do caminhão Mercedes dourado #6 virou 1min46s585 na melhor de suas cinco voltas cronometradas no TL2 e ficou 0s5 à frente de Felipe Giaffone, o segundo mais veloz no circuito dos Cristais.
Wellington Cirino (Foto: Duda Bairros)
Após os dois treinos, Cirino falou sobre o primeiro dia de atividades em Curvelo, que recebe a Copa Truck pela primeira vez. O piloto afirmou ter gostado da evolução apresentada ao longo do dia e disse que faltam ajustes finos para brigar pela pole-position no sábado. 
 
"Fizemos o trabalho de mexer um pouco a cada tempo de treino, especialmente no primeiro. Depois, fizemos algumas trocas que deram o resultado esperado e veio a volta mais rápida do dia", contou Cirino.
 
"O caminhão se mostrou bom no primeiro treino, mas decidimos fazer uma mudança radical no segundo e ele acendeu legal. Estou muito contente e agora é só afinar alguns detalhes no último treino livre e estamos preparados", acrescentou.
 
O terceiro treino livre da Copa Truck em Curvelo acontece a partir das 8h50. A classificação está marcada para 12h20 (horário de Brasília).