Truck

Cirino voa antes da chuva e garante pole-position da etapa de Londrina da Copa Truck

As condições climáticas foram determinantes para a definição do grid de largada da etapa de Londrina da Copa Truck. Wellington Cirino acelerou forte antes de a chuva apertar de vez no Autódromo Ayrton Senna e vai largar na frente, lado a lado com Beto Monteiro. Em contrapartida, Felipe Giaffone enfrentou dificuldades com o ‘bruto’ da Iveco e vai largar apenas em 21º e penúltimo lugar

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
Wellington Cirino é o dono da pole-position da etapa de Londrina da Copa Truck. Na tarde deste sábado (1), o paranaense de Francisco Beltrão conseguiu cravar uma volta muito boa e registrou 1min39s533, marca estabelecida antes de a chuva apertar no Autódromo Internacional Ayrton Senna. Assim, não houve condições de evolução nos tempos de volta, de modo que Cirino confirmou a Mercedes na pole no norte do Paraná.
 
Beto Monteiro, da Volkswagen, vai dividir a primeira fila do grid de largada. O pernambucano ficou 0s556 atrás de Cirino. Leandro Totti vai partir em terceiro, lado a lado com Roberval Andrade, em uma segunda fila toda formada pela Mercedes. Paulo Salustiano, de Volkswagen, foi o quinto lugar e vai se colocar no grid ao lado de Débora Rodrigues, que fecha a terceira fila.
 
André Marques, Renato Martins, Luis Carlos Zapellini e Régis Boéssio completam a lista dos dez primeiros. Já o campeão Felipe Giaffone teve um sábado complicado em Londrina. O piloto da Iveco enfrentou problemas e marcou apenas o 21º tempo, ficando em penúltimo lugar dentre os pilotos que registraram voltas rápidas. Djalma Pivetta, companheiro de equipe de Giaffone, também enfrentou problemas e sequer marcou tempo nesta tarde.
Wellington Cirino cravou a pole-position da etapa de Londrina (Foto: Vanderley Soares/Copa Truck)
A largada da corrida 1 da etapa de Londrina está marcada para 11h (horário de Brasília), enquanto a segunda prova acontece às 11h46, com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura SporTV 3.
 
Saiba como foi o treino classificatório da Copa Truck em Londrina
 
Por conta da previsão de chuva, a direção de prova optou por atrasar em alguns minutos o início da sessão classificatória da Copa Truck em Londrina. Horas antes, Wellington Cirino foi o mais rápido, já com a pista molhada. Por isso, o atraso se fez necessário para que pilotos e equipes pudessem providenciar a troca de pneus.
 
O formato da sessão classificatória também foi alterado e simplificado em razão das condições da pista. Assim, foram 30 minutos ininterruptos que definiram o pole-position da Copa Truck em Londrina.
 
A sessão começou com a pista úmida em muitos trechos e a chuva ainda fina em Londrina. Os primeiros minutos eram fundamentais, já que havia a possibilidade de mais água na pista. O primeiro a marcar volta rápida foi Renato Martins, com 1min43s004, mas quem conseguiu se destacar no começo foi Cirino, que anotou 1min40s972 como caminhão da Mercedes.
 
Roberval Andrade e André Marques completavam a trinca da marca alemã em Londrina, enquanto Beto Monteiro aparecia como o melhor Volkswagen, em quarto.
Felipe Giaffone teve um sábado complicado em Londrina (Foto: Vanderley Soares/Copa Truck)
Mesmo com condições mistas, a pista se mostrava mais rápida, ao menos para os primeiros colocados. Totti, por exemplo, anotou 1min40s492 e subiu para primeiro, com Roberval em segundo. Mas Cirino voltou à primeira posição com 1min39s533, mostrando que havia condições para voltas ainda mais rápidas na sequência da sessão.
 
Por outro lado, a Iveco enfrentava dificuldades. Felipe Giaffone, grande nome da marca italiana neste ano na Copa Truck, tinha apenas o 21º tempo com 1min46s147. O campeão aparecia em penúltimo, só à frente de Fábio Fogaça.
 
Com dez minutos de sessão, a chuva apertou de vez e praticamente definiu Cirino como pole-position, já que não havia a possibilidade real de evolução nos tempos.
 
Depois de alguns minutos, Renato Martins deixou os boxes e voltou para a pista para sentir as condições do asfalto. Mas os tempos do veterano eram bastante altos, acima dos 2min, mostrando que não havia qualquer chance de mudanças significativas na tabela, confirmando assim a pole-position de Cirino em Londrina.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.