Truck

Estreante, Losacco aproveita grid invertido e vence segunda corrida da rodada dupla em Cascavel

A segunda corrida da primeira etapa da Copa Truck em Cascavel teve um estreante vencendo. Bicampeão da Stock Car, Giuliano Losacco aproveitou o grid invertido e segurou Wellington Cirino no fim para triunfar

Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo

Giuliano Losacco teve a estreia dos sonhos neste domingo (25) em Cascavel. Aproveitando o grid invertido, o bicampeão da Stock Car triunfou na segunda prova da abertura da Copa Truck em 2018 logo em seu primeiro final de semana na categoria.

"Na segunda corrida, o caminhão estava muito bem equilibrado, melhorou da primeira pra segunda. Vim naquela tocada sem errar nada, mas nas últimas voltas o freio ficou duro e o Cirino chegou em mim. As últimas três voltas foram de um sofrimento só. Acho que se tivesse mais uma volta ele me passava, por isso estou muito feliz. A categoria me recebeu de braços abertos e espero seguir o ano inteiro aqui. Eu jamais esperava, nem nos meus sonhos, vencer. Eu pensava em pódio, mas não em vitória. Mas deu certo. Estrear com vitória é nota dez", falou Losacco.

Logo atrás do paulista da Iveco apareceu Wellington Cirino, o grande nome da etapa paranaense. O piloto da Mercedes saiu bem na frente dos rivais, com a vitória na corrida 1 e o segundo lugar na prova complementar. Quem fechou o pódio foi André Marques, da Volkswagen, que apenas se segurou após perder a posição para Cirino já nas voltas finais.

"Foram duas boas corridas, uma vitória e um segundo lugar com belas disputas com o Giaffone e o Losacco. Esse ano eu sei que vou ser competitivo e vou passar o ano inteiro pensando no campeonato. Estou com um equipamento confiável e tenho certeza que vou terminar o ano bem. Fui para a segunda corrida pensando no campeonato e as coisas foram acontecendo para que eu conseguisse mais um bom resultado", explicou Cirino.

Débora Rodrigues e Witold Ramasauskas foram dois ótimos nomes na segunda corrida. Saindo da última fila, ambos se recuperaram rapidamente e poderiam ter ido ainda mais para frente não fossem problemas que os dois caminhões apresentaram, mas ao menos foram ao pódio.

O top-10 ainda teve Luiz Lopes, Renato Martins, Régis Boessio, Alex Fabiano - com o motor estourado - e Zé Maria Reis. Cirino deixa Cascavel na liderança do campeonato com 38 pontos, sete a mais que Losacco. Marques, Martins, Débora, Monteiro e Boessio também aparecem na frente do atual campeão Felipe Giaffone, que anotou 20 tentos - todos na corrida 1.
A festa de Giuliano Losacco com a vitória na corrida 2 da Copa Truck em Cascavel (Foto: Duda Bairros/Copa Truck)
Confira como foi a segunda corrida em Cascavel

A largada da segunda corrida foi totalmente conturbada. Para começar, Débora Rodrigues saiu da pole para o último lugar do grid por trocar peças entre as duas provas e Felipe Giaffone, por causa do câmbio, sequer foi para a prova. Assim, era Giuliano Losacco o novo pole.

Logo na primeira reta, o tumulto tomou conta do pelotão, com Alex Fabiano tocando Renato Martins que, atravessado, foi arrastando junto Beto Monteiro e Régis Boessio. Losacco, desse jeito, escapou na frente junto com André Marques.
O pódio da segunda corrida da Copa Truck em Cascavel (Foto: Duda Bairros/Copa Truck)
Martins e Monteiro tiveram prejuízos muito sérios com aquele acidente e, consequentemente, suas corridas condenadas. Cirino, por sua vez, voava na pista e já surgia no terceiro lugar, colado em Marques e Losacco. Bem também apareciam Débora e Witold Ramasauskas, que passavam da última fila para o top-7.

Losacco conseguia dar uma respirada e fazia com que Marques fosse ainda mais apertado por Cirino. Alex Fabiano também se isolava no quarto lugar, com Débora Rodrigues precisando cuidar das investidas de Ramasauskas.

Só que Débora, mesmo com o caminhão cheio de problemas, conseguiu recuperar o contato com Fabiano, agora levando Ramasauskas junto. No entanto, Witold errou, travou tudo e foi parar na grama, deixando a briga pelo quarto lugar.

Já na reta final da corrida, Cirino voltou a apertar Marques e conseguiu a segunda colocação, tendo cerca de três minutos para encostar em Losacco. Enquanto isso, Fabiano via seu motor estourar e perdia posições para Débora e Ramasauskas, tentando se arrastar até a linha final.

Os últimos metros foram se aproximando e Cirino simplesmente grudou em Losacco, esperando um errinho do rival para vencer também a segunda prova. No entanto, o experiente novato soube se segurar bem e levou sua primeira vitória na categoria.

”RECOMEÇA A BRIGA”

MERCEDES COMEÇA TEMPORADA AINDA À FRENTE DA FERRARI