Ex-F1, Caffi testa caminhão da Iveco e busca apoio para correr na F-Truck na temporada de 2013

Dono de 56 largadas na F1 entre 1986 e 1991, Alex Caffi, hoje com 48 anos, vai testar um caminhão da Iveco na próxima segunda-feira, em Curitiba, e pode disputar a próxima temporada da F-Truck

O grid da temporada 2013 da F-Truck poderá ter a presença de um ex-piloto de F1 vindo diretamente da Itália. Dono de 56 largadas na categoria máxima do automobilismo mundial, entre 1986 e 1991, Alex Caffi, hoje com 48 anos, está no Autódromo Internacional de Curitiba acompanhando o fim de semana da penúltima etapa do campeonato de 2012. Convidado da Iveco, Caffi — que já correu por Andrea Moda, Footwork, Arrows, Dallara e Osella na F1 — vai testar o caminhão da montadora italiana na segunda-feira (12) e busca apoio para correr no ano que vem.

A primeira impressão de Alex a respeito da categoria brasileira, uma das mais populares do automobilismo nacional, foi muito positiva. “Eu já conhecia a Super Truck da Europa, mas não tem comparação. A de vocês tem caminhões muito evoluídos em tecnologia, eles são máquinas de competição que impressionam”, destacou o italiano, em entrevista divulgada pelo site da F-Truck neste sábado (10). “O nível é muito mais alto”, definiu.

Alex Caffi vai testar um caminhão da Iveco na segunda pode disputar a F-Truck em 2013 (Foto: F-Truck/Divulgação)

“Vou acompanhar todo o fim de semana da etapa; quero conhecer o máximo da F-Truck em todos os aspectos antes de fazer meu primeiro teste”, declarou Caffi, que rasgou elogios à organização da categoria brasileira e deixar claro que pretende fazer carreira por aqui. “A F-Truck tem uma organização exemplar. O campeonato é extremamente competitivo e o projeto em que estamos trabalhando é para no mínimo três anos de participação. É o tempo mínimo para assimilar bem o caminhão na pista e poder mostrar um bom trabalho nos campeonatos”.

Além da F-Truck, Caffi se prepara para disputar em outra competição na temporada 2013. Nos primeiros dias do ano que vem, o italiano estará em Lima, capital do Peru, para a disputa do Dakar. Alex, no entanto, trocará a Iveco pela Mercedes e será piloto da equipe italiana Orobica Raid Team. Caffi destacou a evolução econômica do continente sul-americano.

“A economia da América do Sul está mais forte que a da Europa, o que dá mais viabilidade a qualquer projeto no automobilismo”. Foi por meio do apoio de empresas argentinas e chilenas que Alex conseguiu o patrocínio necessário para disputar o Dakar 2013, entre Peru, Argentina e Chile.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube