Foto: Caffi faz treino de com caminhão da Iveco em Curitiba e elogia nível técnico da F-Truck

Ex-F1, o italiano Alex Caffi gostou da experiência a bordo do caminhão da Iveco e destacou o nível técnico da categoria brasileira: “Na Europa, não há nada parecido com a F-Truck”

Aos 48 anos, Alex Caffi experimentou uma coisa completamente nova em sua carreira de piloto. Na última segunda-feira (12), no Autódromo Internacional de Curitiba, o italiano com passagem pela F1 nos anos 80 e 90 testou um caminhão da F-Truck. E gostou. Agora ele quer trabalhar para assinar com alguma equipe e fazer sua estreia nos autódromos brasileiros já em 2013.

“Eu já tinha visto que o nível tecnológico dos caminhões é alto, depois de pilotar fiquei ainda mais impressionado. Gostei da experiência. O turbo dá uma resposta que impressiona, é um veículo bastante particular”, descreveu Caffi, que considera ir para Brasília, em dezembro, para acompanhar a última etapa da temporada e fazer mais um treino: “Até lá, vamos tratar de agilizar tanto quanto possível as tratativas visando 2013. Vim ao Brasil para conhecer a F-Truck e já disposto a participar do campeonato”.

Alex Caffi deixou a F1 após a temporada de 1991 (Foto: Orlei Silva)
Caffi recebe orientações antes de entrar na pista do AIC (Foto: Divulgação)

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube