Giaffone exerce domínio e vence as duas etapas em Campo Grande. Monteiro é campeão da Copa Centro-Oeste

Piloto da RM não teve dificuldades pra vencer as duas baterias em Campo Grande. Com 78 pontos, Beto Monteiro se sagrou o primeiro campeão da Copa Centro-Oeste

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Deu o previsto: dominante desde o primeiro treino livre, Felipe Giaffone venceu as duas baterias de 25 minutos realizadas em Campo Grande e saiu como o ‘papa-tudo’ da pista: 48 pontos pelas duas vitórias, dois pontos pelas melhores voltas, além do ponto conquistado ontem por ter feito a pole-position.

 
Logo na largada da primeira prova, Giaffone sofreu pressão de Adalberto Jardim mas conseguiu manter a dianteira. No bloco de trás, Débora Rodrigues escapou um pouquinho na retomada da curva mas conseguiu se segurar bem e manteve a sexta colocação no grid. Beto Monteiro e Danilo Dirani também largaram bem, ganhando cinco (14º para 9º) e seis posições (16º para 10º), respectivamente.
 
Roberval Andrade, até então líder da Copa Centro-Oeste, teve problema em seu caminhão e precisou recolher aos boxes. Wellington Cirino teve um problema de motor e teve de abandonar a prova.
Giaffone liderou de ponta a ponta a primeira bateria e foi o vencedor (Foto: Rodrigo Aguiar Ruiz)
Na quarta volta, o caminhão de Leandro Totti era melhor e vinha num ritmo interessante ao ultrapassar Débora mas, na sexta volta, um problema no motor obrigou o piloto da Maistro Clay a abandonar a corrida.
 
Empatados na classificação, Beto Monteiro exercia bastante pressão pra cima do caminhão de Débora que, novamente, escapou na curva e não teve perdão: viu o caminhão 88 da Lucar Motorsports e o de Danilo Dirani passarem de passagem. Com a manobra, a pilota caiu para a sétima colocação.
 
Ao final, Giaffone segurou a pressão de Jardim e, de ponta a ponta, saiu como o grande vencedor, somando seus primeiros 24 pontos como vencedor. David Muffato, também da RM Motorsports, completou o pódio da primeira bateria.
 
Cinco minutos foram suficientes para a nova regra da Copa Truck ser aplicada: os seis primeiros na prova se inverteriam, assim, Régis Boessio largaria na pole na segunda bateria e, Giaffone, em sexto lugar.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A largada da prova foi emocionante: Monteiro largou colado em Boessio mas, logo na primeira curva, foi Dirani que tentou uma manobra ousada para ultrapassar os dois. Ainda na primeira volta, Dirani teve um pneu furado e foi ficando pra trás, assim como o então pole position que caiu para a quarta colocação. Monteiro segurou bem e assumiu o primeiro lugar.

 
Duda Bana, da Luhrs Motorsports, fez uma grande segunda bateria e, na volta 2, já fazia a ultrapassagem pra cima de Débora, assumindo a quinta posição.
 
O dono do fim de semana ainda tinha mais um coelho pra tirar da cartola e, na terceira volta, passou Muffato e ficou em segundo, quase 2s atrás do então líder. A diferença entre os dois não demorou a cair e, com a melhor volta da segunda bateria, 1min48s351, somou seu segundo ponto pela melhor volta e encostou de vez. 
 
A volta 7 foi o que decidiu a prova: ao mesmo tempo que Débora rodou na reta dos boxes, ficando de fora da corrida e abandonando de vez as chances de ser campeã do Centro-Oeste, Giaffone não tomou conhecimento do líder da prova e o ultrapassou, assumindo a primeira colocação.
 
Beto tentou exercer pressão pra cima de Giaffone nas últimas quatro voltas, obrigando o piloto da RM cometer seus primeiros erros no final de semana, escapando nas curvas e quase perdendo o controle do caminhão, mas não teve jeito, o final de semana era mesmo de Felipe. Com a vitória, o truck 4 do piloto fez 51 pontos no campeonato e já aparece na sétima colocação da Copa Truck.
 
O campeão da Copa Centro-Oeste acabou sendo Beto Monteiro. O piloto da Lucar Motorsports somou 78 pontos com o quarto e o segundo lugares nas baterias deste domingo, 5 a mais que Régis Boessio, para conquistar o título 'regional' da categoria.
Felipe Giaffone e Beto Monteiro foram os grandes vencedores na etapa de Campo Grande (Foto: Rodrigo Aguiar Ruiz)
A próxima edição é em Caruaru (PE) no próximo dia 9 de julho, válido pela abertura da Copa do Nordeste que, ainda no mesmo mês, viaja a Fortaleza para decidir o segundo título.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha 'in loco' a segunda etapa da Copa Truck 2017 direto de Campo Grande com o repórter Guilherme Bloisi. Leia todo o noticiário aqui.

Confira o resultado final da primeira bateria em Campo Grande:

1 4 Felipe GIAFFONE Volkswagen 0:25:34.180 14 voltas
2 5 Adalberto JARDIM Volkswagen +0.639  
3 35 David MUFFATO Volkswagen +1.654  
4 88 Beto MONTEIRO Iveco +17.262  
5 28 Danilo DIRANI Scania +19.535  
6 83 Régis BOESSIO Volvo +27.541  
7 7 Débora RODRIGUES Volkswagen +28.488  
8 99 Luiz LOPES Iveco +36.944  
9 47 Duda BANA Scania +39.644  
10 9 Renato MARTINS Volkswagen +50.065  
11 72 Djalma FOGAÇA Ford +50.791  
12 25 Jaidson ZINI Scania + 1 volta  
13 11 Rodrigo BELINATTI Volkswagen + 1 volta  
14 27 Fabio FOGAÇA Ford + 1 volta  
15 12 José Maria REIS Scania + 1 volta  
16 44 Joel MENDES JR Scania + 2 voltas  
17 73 Leandro TOTTI Volvo + 9 voltas NC
18 15 Roberval ANDRADE Iveco + 10 voltas NC
19 77 André MARQUES Mercedes-Benz + 13 voltas NC
20 6 Wellington CIRINO Mercedes-Benz   NC
21 33 Pablo ALVES Ford   NC

Confira o resultado final da segunda bateria em Campo Grande:

1 4 Felipe GIAFFONE Volkswagen 0:25:47.218 14 voltas
2 88 Beto MONTEIRO Iveco +0.279  
3 35 David MUFFATO Volkswagen +1.532  
4 83 Régis BOESSIO Volvo +18.049  
5 47 Duda BANA Scania +34.819  
6 9 Renato MARTINS Volkswagen +36.788  
7 72 Djalma FOGAÇA Ford + 01:14.302  
8 15 Roberval ANDRADE Iveco + 01:15.698  
9 12 José Maria REIS Scania + 01:42.319  
10 27 Fabio FOGAÇA Ford + 3 voltas  
11 25 Jaidson ZINI Scania + 4 voltas  
12 28 Danilo DIRANI Scania + 6 voltas NC
13 7 Débora RODRIGUES Volkswagen + 7 voltas NC
14 5 Adalberto JARDIM Volkswagen + 10 voltas NC
15 11 Rodrigo BELINATTI Volkswagen + 11 voltas NC
16 44 Joel MENDES JR Scania + 13 voltas NC
17 99 Luiz LOPES Iveco + 14 voltas NC
18 73 Leandro TOTTI Volvo + 14 voltas NC
19 77 André MARQUES Mercedes-Benz + 14 voltas NC
20 33 Pablo ALVES Ford + 14 voltas NC
21 6 Wellington CIRINO Mercedes-Benz   NC

A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube