Truck

Iveco apresenta nova equipe para Copa Truck com multicampeão Giaffone e ‘caminhoneiro’ Pivetta

A Iveco vai contar com uma terceira equipe para a temporada 2019 da Copa Truck. Ninguém menos que Felipe Giaffone vai fazer parte do novo projeto, liderado por Djalma Pivetta, que vai completar a dupla de pilotos chefiada pelo experiente Thiago Meneghel, que vai debutar entre os brutos
Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Laranjal Paulista
Definitivamente, 2019 é um ano cheio de novidades para a carreira de Felipe Giaffone. Como comentarista, o paulista encerrou um ciclo de quase dez anos com a Indy na Band para comentar a F1 e a Stock Car com o Grupo Globo a partir desta quinta-feira com o início das atividades do GP da Austrália. Nas pistas, o piloto também vive um novo desafio. Nesta terça-feira (12), em Laranjal Paulista, a Iveco apresentou sua nova equipe para a Copa Truck deste ano. Chefiada por Thiago Meneghel, o time vai contar com o multicampeão Giaffone ao lado do novato Djalma Pivetta, empresário que vai fazer sua estreia na categoria.
 
Pivetta, de 48 anos, volta às origens. Caminhoneiro no início da sua vida profissional, o empresário residente em Laranjal Paulista alcançou o sucesso com seu empreendimento no ramo de brinquedos como dono da Usual. Agora, Djalma realiza o sonho de acelerar os caminhões ao lado de alguns dos melhores pilotos do Brasil.
 
Aos 44 anos, Giaffone vem de uma união de mais de uma década com a equipe liderada por Renato Martins e representando as marcas Volkswagen e Man. Neste período, foi tetracampeão da antiga Fórmula Truck e, na esteira da criação da Copa Truck, em 2017, deu sequência ao seu legado vencedor.
A nova dupla da Iveco na Copa Truck 2019 (Foto: Fernando Silva/Grande Prêmio)
Felipe chega à Iveco para ser o ponto de referência da nova equipe, uma vez que Djalma entra como estreante, assim como Meneghel. O engenheiro de Americana alcançou grande sucesso como chefe de equipe da Stock Car. Com a Shell V-Power/TMG, Thiago comemorou cinco vitórias ao longo da última temporada ao lado dos pilotos Átila Abreu e Ricardo Zonta. No Endurance Brasil, foi campeão em 2018 em parceria com a equipe Via Itália e o piloto Chico Longo. Neste início de ano, obteve destaque ao chefiar a Via Itália nas 24 Horas de Daytona.
 
Agora, Giaffone, Pivetta e Meneghel unem forças para acelerar na Copa Truck em um ano que representa novidades para todos.
 
Para construir a nova equipe, Pivetta se aliou a Meneghel e foi até Santos para comprar dois caminhões Iveco da antiga dona da Fórmula Truck, Neusa Navarro Félix. Daí em diante, foi montar a estrutura do time, que vai ser sediado em Laranjal Paulista. Em seguida, Giaffone aceitou o desafio de abraçar um novo projeto depois de anos de vitórias e títulos com a Volkswagen/MAN.
Felipe Giaffone está de casa nova na Copa Truck (Foto: Fernando Silva/Grande Prêmio)
Pouco depois da apresentação oficial da nova equipe, Giaffone falou ao GRANDE PRÊMIO sobre o novo ciclo da carreira nos caminhões.
 
“Um ano de mudanças, de muitas mudanças para mim. Especialmente aqui na Copa Truck, é um desafio. Você chega a um momento em que se acostuma, chega ao absurdo de ficar mal acostumado até com as próprias vitórias, não eu, mas a equipe... E precisava, estava procurando um desafio, não só de mim, mas de todos... E aí, com essa possibilidade, resolvi encarar”, disse o dono do novo Iveco #4.
 
“Junta o Djalma, com toda a experiência que ele tem como empreendedor, e vou ter o prazer enorme de ensinar tudo a ele, e com o Thiago, toda a sua sabedoria de engenheiro em grande equipe na Stock Car, e comigo, o único que tem experiência na Truck. É certeza que a gente vai apanhar, mas não me importo em tomar pau. Enquanto tiver aquela vontade de melhorar, de se dedicar, não tem problema. Acho que a vitória acaba vindo pelo trabalho de toda a equipe”, ressaltou o experiente piloto, dono de experiência na Indy e Stock Car, por exemplo.
Djalma Pivetta chegou no grid da Copa Truck (Foto: Fernando Silva/Grande Prêmio)
Por sua vez, Pivetta se mostrou muito emocionado pela chance de poder realizar um sonho de menino, de poder correr de caminhão.
 
“Eu me sinto como um moleque de 18 anos. Agradeço a Iveco por realizar esse sonho, e estamos aí, começando uma nova jornada. Sair de um caminhão de rua, virar empresário e poder voltar ao caminhão... isso é paixão, não é razão”, declarou o novo piloto da Copa Truck. “É a realização de um sonho, mas também requer uma responsabilidade, por tudo o que fiz depois que saí dos caminhões... Minha trajetória é vitoriosa. E agora, é uma nova empreitada, que espero fazer bem feito”, complementou.
 
Em entrevista ao GP, Thiago Meneghel falou do que espera para seu primeiro ano chefiando uma equipe nos caminhões.
 
“A expectativa é muito boa. É uma responsabilidade grande ter um piloto como o Felipe na equipe. A gente não esperava isso no primeiro ano. Vai envolver muito aprendizado nosso. No caminhão, você tem de virar a cabeça, pensar como caminhão, totalmente diferente de qualquer carro de corrida. Estamos animados e, com certeza, começando um trabalho que tem tudo para dar certo. É questão de tempo para evoluir e brigar por vitórias na Copa Truck também”, comentou o engenheiro, que traçou as metas para 2019.
 
“A gente tem a obrigação de ser competitivo e, quem sabe, brigar por uma vitória. Esse é o objetivo. A gente tem de ter o pé no chão, o Felipe está bem consciente disso também. É o início de um trabalho. Vamos trabalhar forte e deixar os resultados acontecerem”, complementou.
 
A temporada 2019 da Copa Truck começa com a etapa de Goiânia, que abre o calendário no próximo dia 24 de março.