Salustiano domina e vence de ponta a ponta corrida 2 da Copa Truck em Curitiba

Paulo Salustiano não deu chances para a concorrência: largou na pole, disparou na frente e venceu a corrida 2 em Curitiba. Beto Monteiro se recuperou e ficou em terceiro, enquanto Valdeno Brito voltou a ter problemas

Depois da punição na primeira corrida, Paulo Salustiano não deu chances para os rivais na segunda bateria da Copa Truck em Curitiba. Largando na pole, graças ao grid invertido, o piloto do caminhão #55 liderou todas as voltas para conquistar a vitória no circuito paranaense.

Danilo Dirani foi bem durante a corrida e terminou na segunda posição. Vencedor da primeira prova do dia, Beto Monteiro foi o terceiro depois de largar em oitavo. André Marques e Felipe Giaffone completaram o top-5.

Depois de dominar a Truck em Cascavel, na última etapa, Valdeno Britto sofreu na capital paranense e terminou apenas em sexto. Wellington Cirino, que fez a pole na corrida 1, voltou a ter problemas e abandonou.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Danilo Dirani fez grande corrida 2 em Curitiba (Foto: Duda Bairros/+Brasil)

Como foi a corrida 2 da Copa Truck em Curitiba:

Salustiano largou bem e manteve a liderança. Valdeno, o segundo, não foi tão bem e caiu para o quarto lugar, superado por Leandro Totti e Felipe Giaffone. Logo depois, o piloto do caminhão #777 foi superado por Danilo Dirani.

Com bom equilíbrio do caminhão, Salustiano rapidamente abriu vantagem e sumiu na frente dos adversários. A 16 minutos para o fim, Totti foi punido por excesso de velocidade no radar e precisou passar pelos boxes. Na mesma volta, Dirani ultrapassou Giaffone e partiu para o ataque contra o líder.

Enquanto na frente pouco mudava, atrás as disputas esquentavam a corrida. Beto Monteiro, vencedor da corrida 1, ultrapassou o companheiro Rafael Lopes e foi para a quinta colocação. André Marques passou Felipe Giaffone e assumiu o terceiro posto.

Valdeno Brito teve fim de semana difícil e não chegou no top-5 em nenhuma das duas corridas (Foto: Duda Bairros/+Brasil)

Restando quatro minutos para o fim, o motor do caminhão de Wellington Cirino estourou e causou abandono. Enquanto isso, na frente, Beto Monteiro pressionou muito até conseguir passar André Marques e assumir a terceira posição.

Na volta 14, Paulo Salustiano recebeu a bandeira quadriculada para conseguir a segunda vitória na temporada. Dirani foi o segundo e Monteiro ficou em terceiro lugar.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube