Truck

Satisfeito com resultado em Interlagos, Marques elogia caminhão “muito bom e equilibrado”, mas lamenta pista suja

André Marques demonstrou desde os primeiros treinos em Interlagos estar com um ótimo caminhão nas mãos. E o resultado apareceu no domingo. A vitória não veio, mas um segundo e um terceiro o colocaram na vice-liderança da Copa Sudeste. A única queixa do piloto da Mercedes foi o óleo em excesso na pista

Warm Up / VINÍCIUS PIVA, de São Paulo

Segundo na corrida 1 e terceiro na corrida 2, André Marques fechou a etapa de São Paulo da Copa Truck na segunda posição na classificação geral. Foram 34 pontos somados, seis atrás do líder Roberval Andrade, que venceu as duas corridas do fim de semana.
 
Bastante competitivo, Marques tinha um dos melhores equipamentos nas mãos. Foi veloz na sexta e no sábado, sempre aparecendo nas primeiras colocações das atividades de pista ao lado de Wellington Cirino, seu companheiro de equipe. 
 
“Resultado foi bom. A gente queria a vitória, estávamos trabalhando o final de semana inteiro para a AM Motorsport, para o Cirino ou para mim sair com a vitória. A gente tinha tudo para isso dar certo, mas corrida é corrida, só termina na bandeirada. A gente tinha um caminhão muito bom e equilibrado. Uma pena meu companheiro Cirino ter um problema hidráulico”, comentou o piloto e chefe de equipe.
Andre Marques assumiu a ponta logo na largada (Foto: Vanderley Soares)

Marques parabenizou Andrade pela vitória, mas lamentou o fato de ter perdido a liderança por conta da pista suja de óleo na pista.
 
“O meu caminhão vinha bem, a gente vinha com folga, controlando a temperatura, liderando as primeiras voltas. Só que vazou muito óleo na pista, algum piloto teve alguma quebra, de repente peguei o óleo, vi o Beto quase batendo também e o Roberval passando nós dois. Parabéns a ele pela vitória”, disse, antes de criticar as condições de pista: “Não dá para guiar em cima de óleo, temos de evitar isso”.
 
Ciente dos imponderáveis de uma corrida, Marques tenta olhar adiante e espera poder brigar pela vitória na etapa de Curvelo, que fecha a Copa Sudeste. “Estava na liderança com 3s de vantagem para o segundo lugar até pegar esse óleo. Mas faz parte, corrida é assim mesmo. Vamos para a próxima tentar ganhar em Curvelo”, encerrou.