Truck

Sem formalizar acordo com autódromo, F-Truck cancela etapa deste fim de semana em Cascavel

A F-Truck cancelou a etapa deste final de semana em Cascavel. Depois de remarcar a corrida que estava prevista para acontecer em 4 de junho, a categoria culpou “vários imprevistos” e desistiu da realização da prova
Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo / VICTOR MARTINS, de São Paulo
 Wellington Cirino faturou, pela 30ª vez, a pole na F-Truck (Foto: Rodrigo Ruiz)

A etapa de Cascavel da F-Truck voltou a ser cancelada. Nesta quarta-feira (14), em comunicado oficial, a categoria confirmou que não vai realizar a prova que já havia sido remarcada para este final de semana.

Originalmente, a F-Truck correria no autódromo paranaense no primeiro final de semana de junho, mas seus organizadores culparam as fortes chuvas no oeste paranaense justificando que não houve tempo para montar a estrutura necessária para que a categoria pudesse ter suas atividades normalmente.

Mais cedo, porém, o primeiro indício de que o cancelamento viria mais cedo ou mais tarde veio a partir de um comunicado da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, órgão da prefeitura de Cascavel, que garantiu que a F-Truck sequer havia feito uma solicitação para poder correr no autódromo Zilmar Beux neste final de semana. 
A F-Truck não vai correr em Cascavel neste fim de semana (Foto: Rodrigo Ruiz)
No final da tarde, a categoria, que entendia que o acordo verbal com a pista seria suficiente, culpou "vários imprevistos que aconteceram desde o adiamento da prova de 4 de junho" para cancelar oficialmente a etapa. A F-Truck lamentou o episódio e assegurou que vai reembolsar aqueles que já haviam adquirido ingressos.

O GRANDE PRÊMIO soube que a categoria só foi relembrada da necessidade da solicitação formal na manhã desta quarta-feira, quando informou às autoridades locais que seus caminhões sairiam de Santos.

O prefeito da cidade, Leonaldo Paranhos (PSC), informou que não seria possível realizar a etapa porque não haveria tempo hábil para preparar órgãos competentes como a polícia e os bombeiros, também considerando que há um feriado neste fim de semana.
Um terço do grid da F-Truck no Velopark na foto. Pelotão liderado por Salustiano (Foto: Rodrigo Ruiz)
Esse é mais um capítulo do complicado ano da F-Truck. Na primeira etapa após a cisão e o nascimento da Copa Truck, a categoria correu no Velopark e teve a presença de apenas oito caminhões na pista. A prova teve a vitória de Paulo Salustiano, com Wellington Cirino em segundo, dois pilotos que seguiram na categoria após a ruptura que reduziu drasticamente o grid.
 
A etapa seguinte foi realizada em Rivera, no Uruguai, na fronteira com Santana do Livramento. Nas arquibancadas, o grande público chamou a atenção e compareceu mesmo debaixo de muita chuva. Mas o grid novamente não foi dos mais animadores, com 12 caminhões inscritos e dez na pista. Cirino foi o vencedor da etapa, que teve novamente a dobradinha da Mercedes com Salustiano em segundo.
Cascavel recebeu a Stock Car no último final de semana (Foto: Divulgação/Ppress)

Foi a última prova de Cirino na F-Truck, categoria na qual conquistou nada menos que quatro títulos, sendo um dos maiores nomes do grid. Na terceira prova do ano, em Londrina, o grid diminuiu ainda mais e caiu para oito pilotos, sendo Salustiano o principal nome. Pilotos que disputaram a F-Truck no ano passado como Valmir Benavides e Alex Fabiano também fizeram parte do grid de mais uma esvaziada prova, nas pistas e também nas arquibancadas.
 
Neste tempo, enquanto a F-Truck lutava para sobreviver, a Copa Truck realizava os últimos preparativos para realizar a primeira etapa da sua história. Antes, a categoria de Neusa Navarro sofreu outro duro golpe quando Cirino anunciou a sua ida para a Copa Truck e se juntou a nomes de peso como Felipe Giaffone, Leandro Totti, Djalma Fogaça, Roberval Andrade, Beto Monteiro, Danilo Dirani, Renato Martins, David Muffato e Débora Rodrigues.
 
PADDOCK GP # TEM PRESENÇA DE ALEX BARROS