Turismo

Alonso considera disputar 200 Km de Buenos Aires ao lado de López pela Toyota: “Vou falar com ele”

Fernando Alonso prova a cada dia que é um verdadeiro competidor. Amante do automobilismo em suas mais variadas formas, o bicampeão mundial de F1 e vencedor das últimas 24 Horas de Daytona tem a possibilidade de disputar o Dakar e também outra grande prova pela Toyota: os 200 Km de Buenos Aires, atuando ao lado do amigo José María ‘Pechito’ López no Súper TC2000
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
Se depender da Toyota, Fernando Alonso vai desbravar novos horizontes muito em breve no automobilismo. O bicampeão mundial de F1, que deixou a categoria ao fim do ano passado e representa a marca japonesa no Mundial de Endurance, tem a possibilidade não apenas de disputar o Rali Dakar em 2020 — Nasser Al-Attiyah revelou a realização de um teste com o espanhol no Catar, em abril —, mas também da principal etapa do Súper TC2000, a principal categoria do automobilismo argentino: os 200 Km de Buenos Aires, em data ainda não definida.
 
Em declarações veiculadas pelo site argentino ‘Carburando’, Alonso deixou claro que não descarta a possibilidade de acelerar na capital argentina. O interesse da Toyota é colocar o espanhol como parceiro de José María ‘Pechito’ López, que também defende a marca no Mundial de Endurance. Os 200 Km de Buenos Aires são disputados em duplas de pilotos.
 
“Vi que ‘Pechito’ correu os 200 Km de Buenos Aires. Acompanhei pelas redes sociais. Tenho de falar com ele, é meu representante na Argentina. Todas as corridas são interessantes. Se não tiver nada em um fim de semana, não sei o que fazer em casa. Não sei em qual data vai cair, mas vou falar com ele”, comentou.
Fernando Alonso considera disputar os 200 Km de Buenos Aires pelo Súper TC2000 (Foto: FIA/WEC)
No ano passado, os 200 Km de Buenos Aires foram realizados em 4 de novembro, mas ainda não há definição da data da prova para a nova temporada do Súper TC2000.
 
‘Pechito’ garante que não é nenhuma loucura imaginar a possibilidade de ver Alonso acelerando na Argentina. “Depende dele. Foi divertido escutá-lo, ainda que ele tenha dito que eu seria seu representante. Vou ter de negociar ali”, brincou o piloto, que também corre na FE como piloto da Dragon.
 
“Fernando gosta de correr de tudo. Não é loucura pensar nisso, mas, sim, é difícil. A possibilidade está mais próxima levando em conta que hoje ele representa a Toyota e corre na mesma equipe que eu”, salientou López.
 
Daniel Herrero, presidente da Toyota Argentina, falou sobre o assunto e, com os pés no chão, diz que trazer Alonso para os 200 Km de Buenos Aires não é uma tarefa fácil, mas também não é impossível.
 
“Vamos tentar fazer um esforço neste ano para trazer Fernando Alonso para os 200 Km. A cada ano que passa o convidamos, mas sabemos que é difícil. Também queremos convidar Nasser Al-Attiyah, vencedor do Dakar com a Toyota”, disse o executivo.