Button afirma ter acertado com Super GT por ter “recuperado amor” por corridas graças ao ano afastado da F1

Jenson Button está empolgado em voltar às pistas em 2018, quando correrá a Super GT no Japão. Segundo o campeão mundial de F1 de 2009, sair da F1 e ficar um ano afastado é o que fez com que seu amor pelas pistas voltasse

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Jenson Button voltará às pistas em 2018, aos 38 anos, com o amor renovado pelas corridas. Sua participação na Super GT, confirmada no último domingo, será realizada exatamente por esta razão.

Segundo o britânico, sair da F1 e ficar um ano parado foi o que fez com que seu gosto por corridas voltasse. Em entrevista ao 'Motorsport', ele afirmou que demorou um ano a mais para sair da F1, e que esse período é que tinha tirado seu carinho pelas pistas.

"Esse ano fora da F1 foi a melhor coisa possível para mim, porque meu amor por corridas está de volta. Meu tempo na F1 já se foi, mas por correr ele está bem e vivo. Estou muito animado", disse.

Stofel Vandoorne (Photo: Xavi Bonilla / Grande Premio)

Ele justifica a escolha e a animação em correr na Super GT também pela participação que fez em Suzuka, neste ano. "A corrida que fiz em agosto foi muito divertida, tanta luta, muitas ultrapassagens, realmente gostei", afirmou.

Button correrá pela Honda na categoria GT500 da Super GT em 2018. A equipe que ele defenderá, porém, ainda não foi definida.

FIM DE UMA GERAÇÃO

GIAFFONE: “BRASIL TEVE SORTE POR TER PILOTOS POR TANTO TEMPO NA F1”

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube