Cacá aponta dificuldades de adaptação na estreia na GT Series e ressalta que único objetivo é vencer

O piloto carioca disse que somou pontos importantes em Nogaro devido a todos os problemas de adaptação, mas lembrou que a BMW entrou no certame para vencer. Allam Khodair, por sua vez, destacou a parceria com o carioca

Cacá Bueno não ficou muito satisfeito com a estreia na GT Series, nesta segunda-feira (1º). O piloto brasileiro afirmou que, embora não possa considerar a nona colocação, em Nogaro, como um mau resultado, a equipe BMW está participando do certame para vencer e por isso precisa focar na evolução nas próximas provas.

"Um pouco diferente do que as pessoas possam imaginar, não estamos aqui para participar, terminar as corridas e fazer um papel razoável. Tudo o que eu fiz, sempre foi pra ganhar. Umas vezes deu certo, outras não. Falar que eu fiquei contente com o resultado não é verdade, mas não foi tão mal assim”, declarou.

Cacá Bueno terminou em nono em Nogaro (Foto: Pro-Photos-Sport)

Apesar de não ter ficado feliz, o carioca reconheceu que a equipe ainda é nova e precisa se acostumar com o modo de trabalho do automobilismo europeu. Outra dificuldade apontada por Cacá é que a BMW não se adaptou ao circuito francês, dessa maneira, os pontos conquistados foram um bom resultado.

“Temos que lembrar que a equipe é nova, nosso pit-stop não foi tão bom, e o acerto do carro ainda não é o ideal. Não nos acostumamos também com o frio e aqui é permitido aquecer os pneus, só que estamos aprendendo a trabalhar na temperatura ideal. E, fora tudo isso, o circuito não é favorável ao nosso carro. Então, já sabíamos que seria difícil e ter marcado pontos me deixa contente”, disse.

Mesmo assim, o piloto deixou claro que o objetivo é vencer já em 2013. “Mas espero ainda mais. Sabemos que talvez a gente não brigue pelo título neste primeiro ano, mas queremos brigar por pódios e quem sabe uma vitória”, completou.

Allam Khodair, por sua vez, concordou com o companheiro de equipe quanto à dificuldade na adaptação. O paulista, porém, exaltou o parceiro, com quem espera obter pódios e vitórias neste ano.

“Na chuva, tivemos ainda mais dificuldade para aquecer os pneus antes da prova e, diante disso tudo, foi positivo. Estou feliz com a parceria com o Cacá. Nos entendemos no acerto do carro para achar a melhor solução para a dupla e, acredito que vamos brigar por muitos bons resultados ao longo do ano”, disse.

A próxima prova da GT Series acontece em Zolder, na Bélgica. E Khodair já avisou que a BMW deve voltar a ter problemas. “Também não é um circuito tão favorável ao nosso carro, por suas características, mas a tendência é que a gente evolua em muitos sentidos já na próxima corrida”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube