Cacá Bueno vence 2ª corrida da Copa Fiat em Interlagos e tira Bragantini da liderança do campeonato

Cacá Bueno venceu pela quarta vez na temporada de 2012 da Copa Fiat. Depois de largar em sexto em Interlagos, o carioca se valeu de contratempos dos adversários e dos próprios méritos, é claro, para chegar à dianteira da prova e retornar à liderança do campeonato

Um domingo, duas corridas, três líderes. Christian Fittipaldi começou o dia como o primeiro colocado da Copa Fiat, mas teve problemas na primeira bateria da etapa de São Paulo e perdeu a liderança para André Bragantini. No período da tarde, Cacá Bueno venceu a segunda corrida da rodada e, mesmo com Bragantini em segundo, conseguiu desbancá-lo e saltar para a liderança do campeonato.

Cacá Bueno cruzou a linha de chegada sob bandeira amarela em Interlagos (Foto: Duda Bairros/MF2)

Com os resultados de Interlagos, Cacá voltou a ocupar a primeira colocação, perdida há duas semanas, na etapa de Curitiba. Terceiro colocado pela manhã, o bicampeão do torneio largou em sexto à tarde e precisou escalar o pelotão para chegar à vitória. Para isso, contou com as punições aplicadas a Fernando Nienkotter e Wellington Justino por queima de largada e ao abandono de Clemente de Faria, que liderava a disputa.

Bragantini, que partiu em oitavo para a prova vespertina, conseguiu subir ao pódio, na segunda posição. Ele chegou a esboçar um ataque a Cacá, quando o carioca cometeu um erro na curva do Lago, logo o principal piloto do automobilismo brasileiro na atualidade reagiu e não ousou permitir uma aproximação maior de Bragantini.

No pódio, Cacá elogiou o desempenho de André neste fim de semana. “Com carros de tração dianteira, ele é o melhor piloto em Interlagos. Felizmente, consegui encontrar espaços e escapar dos toques na segunda corrida. Lembrando dos problemas que tivemos com o carro e as dificuldades nos treinos, a etapa acabou muito bem”, declarou o piloto.

A corrida terminou sob regime de safety-car, provocado por um acidente a duas voltas do fim. Na chicane da curva do Café, Betinho Sartório tangenciou mal e saiu desequilibrado, em velocidade reduzida. Atrás, Rogério Castro veio embalado, atingiu Sartório e levou ambos ao choque com a barreira de proteção.

Copa Fiat, segunda bateria, Interlagos, final

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube