Turismo

Com Diego Ramos, Academia Shell Racing encara penúltima etapa da Sprint Race em Cascavel

Depois da decisão da Porsche Carrera Cup no último fim de semana, em Interlagos, a Academia Shell Racing acelera neste fim de semana na luta pelo título da Sprint Race. Diego Ramos, terceiro na categoria PRO no seu ano de estreia. Vai ser seu debute no circuito paranaense
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Diego Ramos (Foto: Rodrigo Guimarães)

A Academia Shell Racing está na caça do seu primeiro título em corridas de carro. Depois do término da temporada 2018 de Sprint da Porsche Carrera Cup, o maior projeto de desenvolvimento de jovens talentos do automobilismo brasileiro acelera em Cascavel para a disputa da penúltima etapa da Sprint Race, em Cascavel. E Diego Ramos, que faz a sua estreia no turismo neste ano, acelera em busca do título na classe PRO e tem neste sábado (17) uma jornada decisiva no Autódromo Zilmar Beux.
 
No último fim de semana, na preliminar do GP do Brasil de F1, em Interlagos, Lico Kaesemodel e Gaetano di Mauro disputaram a etapa derradeira da Porsche Carrera Cup nas corridas Sprint. Os dois pilotos da Academia Shell Racing tinham chances reais de saírem do circuito paulistano como campeões. Na classe 4.0, Lico finalizou o campeonato em terceiro lugar. E Gaetano, no seu ano de estreia, enfrentou problemas nas duas corridas da etapa paulistana, mas conquistou o vice-campeonato na 3.8.
Diego Ramos acelera pela Sprint Race neste fim de semana em Cascavel (Foto: Rodrigo Guimarães)
Kaesemodel descreveu a corrida do último domingo em Interlagos e, embora o título tenha escapado, ressaltou a competitividade e a recuperação depois de largar em sétimo para chegar em segundo lugar, subindo no icônico pódio da F1 em Interlagos.
 
“A corrida foi muito legal. Fiz uma largada normal, vi que o [Miguel] Paludo ficou mais atrás e o Marçal [Melo] ficou entre a gente, com o Werner [Neugebauer] na frente. Eu vim fazendo minha corrida e consegui passar o JP [Mauro] e cheguei no Werner, que não demonstrou vontade de disputar posição e o ultrapassei. Depois comecei uma disputa muito legal com o [Pedro] Queirolo, que é osso duro de passar”, contou.
 
“Consegui passar, mas na outra volta ele me passou na freada do Lago. Na última volta, consegui passá-lo novamente e cheguei em segundo. Largar de sétimo e chegar em segundo foi muito legal. Não fui campeão, mas mostrei que sou competitivo”, finalizou o campeão da Porsche Cup em 2016.
Lico Kaesemodel lutou pelo título da Porsche Carrera Cup na 4.0 em Interlagos (Foto: Luca Bassani)
Gaetano, por sua vez, ressaltou o crescimento que obteve no seu primeiro ano correndo na Porsche Carrera Cup e com direito a lutar pelo título da 3.8 até o fim. “Foi um ano muito bom. Começamos muito bem o campeonato. Tinha tudo para disputar o campeonato, sempre estivemos na briga, vencendo corridas. Esse campeonato me fez evoluir muito como piloto. Saio um pouco triste pois não tive a chance de lutar pelo título nessa última etapa, pelos incidentes ontem e hoje. Mas saio de cabeça erguida, corridas são assim. Tudo faz parte de um aprendizado que todo piloto passa na carreira. É isso, vamos buscar fazer o melhor na próxima temporada”.
 
Agora é a vez de Diego Ramos acelerar para consolidar um grande ano de estreia no turismo. O paulista de 16 anos já conquistou seis pódios, sendo quatro vitórias nas seis últimas provas que disputou. Em Cascavel, o objetivo do jovem piloto é manter a boa forma e se aproximar ainda mais dos líderes para lutar pelo título no fim da temporada.
Gaetano di Mauro destacou seu primeiro ano correndo na Porsche Carrera Cup (Foto: Luca Bassani)
Um dos desafios para a etapa de Cascavel é que os pilotos vão contar com um acerto livre do carro pela primeira vez na temporada. Assim, cada competidor terá a liberdade, juntamente com sua equipe, de definir o acerto que julgar melhor para o carro. Cascavel é o circuito mais veloz de todo o calendário da Sprint Race.
 
“Minha expectativa para a etapa de Cascavel é alta. Estamos vindo de bons resultados no campeonato, como os dois pilotos na última etapa, por exemplo. Vou ter um desafio a mais em Cascavel, uma pista que nunca andei, que é o setup free. Então vai ser bem difícil, mas espero fazer o meu melhor, conquistar um grande resultado e levar a Academia Shell ao lugar mais alto do pódio”, declarou Ramos.
 
Os treinos classificatórios da sétima etapa da Sprint Race acontecem na sexta-feira, enquanto as corridas estão marcadas para o sábado no Autódromo Zilmar Beux.