Farfus comemora fim de ano com “chave de ouro” por vitória na “principal corrida de GT do mundo”

Augusto Farfus terminou 2018 com a vitória da Copa do Mundo de GT, em Macau. Um resultado e tanto para um piloto que está deixando a casa de alguns anos, o DTM, e partindo para uma nova etapa da carreira no ano vindouro

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

DTM quem? Augusto Farfus começou a vida fora da categoria alemã com uma vitória na Copa do Mundo de GT, em Macau no último fim de semana. Segundo o piloto brasileiro, o fim de ano perfeito aconteceu por conta do trabalho irretocável da BMW.

 
Farfus vai viver às voltas com o WEC e competições de GT em 2019 e, portanto, a vitória em Macau com a BMW M6 GT3 representou o início da nova fase.
 
"Essa é a principal corrida de GT do mundo, e fechamos o ano com chave de ouro", comemorou após a vitória partindo da pole e de ponta a ponta. 
 
"Tenho de agradecer a BMW por toda a força e confiança que me deram. É o titulo mais importante que se pode ter no GT sprint. Isso é resultado de um trabalho em equipe, porque nos preparamos muito bem. Foi uma corrida difícil, a temperatura subiu, a aderência da pista mudou, e o carro não estava tão equilibrado quanto no sábado. Os pilotos atrás estavam rápidos, então não podia ter nenhum erro, mas consegui fazer uma boa largada e manter a posição até o fim para comemorarmos essa vitória e o título", vibrou.
Augusto Farfus (Foto: BMW)

Farfus lembrou também do chefe da Schnitzer, equipe ligada à BMW para a qual guiou. Carly Lamm deixou o time no domingo.

 
"Fiquei muito feliz também por ter sido um resultado especial para a despedida do Charly (Lamm), que é um grande amigo, e um profissional por quem tenho muita gratidão", lembrou. 
 
"Além disso, hoje faz exatamente 29 anos que comecei a correr, em 1990. Meu pai me deu uma moto e eu fiz minha primeira corrida, sem saber onde isso ia me levar. Agora, conquistei uma Copa do Mundo, e isso é muito especial e emocionante. Só tenho a agradecer a todos que estiveram comigo nesta longa jornada", finalizou.

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube