Turismo

Farfus volta às origens e disputa WTCR em programa paralelo pela Hyundai na temporada 2019

Augusto Farfus vai seguir vinculado à BMW, marca com a qual tem uma aliança de longos anos, para disputar provas de GT e o Mundial de Endurance em 2019. O curitibano, porém, vai disputar também o WTCR, voltando às origens quando correu o WTCC, representando a coreana Hyundai
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Augusto Farfus venceu em Macau (Foto: BMW)
A temporada 2019 vai ser de novidades e de volta às origens para Augusto Farfus. O curitibano, que recentemente foi campeão da Copa do Mundo de GT, em Macau, vai cumprir uma programação diferente no ano que vem nas pistas. Farfus, que anunciou sua saída do DTM, vai seguir com a aliança de longos anos com a BMW para correr provas de GT e disputar o Mundial de Endurance. Em um programa paralelo, o piloto vai correr no WTCR, a nova Copa Mundial de Carros de Turismo da FIA, disputando a temporada completa representando a Hyundai.
 
Vai ser uma espécie de volta às origens para Farfus, que entre 2005 e 2010 disputou o antigo WTCC, o Mundial de Carros de Turismo, sendo que entre 2007 e 2010 representou a BMW, iniciando uma relação que dura até os dias de hoje, sendo o terceiro colocado na temporada 2009. Augusto foi convidado para integrar a equipe BRC Racing Team e vai formar parceria com o veterano e campeão do certame neste ano, Gabriele Tarquini, o holandês Nicky Catsburg e o húngaro Norbert Michelisz, correndo com um Hyundai i30 N TCR.
 
Uma vez que a BMW não disputa o campeonato, Farfus obteve a liberação da montadora alemã para correr no WTCR por outra marca, uma vez que vai representar uma equipe privada. Na categoria, todas as equipes são clientes, ou seja, não há um envolvimento direto das montadoras, como foi no passado com o WTCC.
Fato raro na carreira, Farfus vai representar outra marca além da BMW em 2019: a Hyundai no WTCR (Foto: Divulgação)
No WEC, Farfus tem uma sólida parceria com o luso António Félix da Costa a bordo da BMW M8 GTE #82 com a qual compete na LMGTE-Pro. A próxima jornada do curitibano no Mundial de Endurance está marcada para março com a disputa da etapa de Sebring, na Flórida, e o encerramento da supertemporada 2018/19 acontece com as 24 Horas de Le Mans, em junho.
 
Farfus também já tem sua presença assegurada para representar a BMW em provas icônicas do endurance mundial, como as 24 Horas de Nürburgring, vencidas pelo brasileiro na edição de 2010.
 
O piloto destacou a chance de poder disputar mais um campeonato mundial e também pela oportunidade cedida pela BMW de voltar às origens ao participar do grid do WTCR em 2019.
 
“Estou muito animado para 2019. Meu programa principal será com a BMW no WEC e em provas internacionais de GT. Eu adoro as corridas de GT e mal posso esperar para competir de novo com a BMW M8 GTE e a BMW M6 GT3. Nosso objetivo no WEC é continuar evoluindo e conseguir nossa primeira vitória no campeonato em breve. Também estou ansioso para voltar a Nordschleife, onde corri bastante nos últimos anos e espero vencer novamente”, disse.
 
“E também será muito legal retornar ao Campeonato Mundial de Carros de Turismo. Sou muito grato à BMW por me dar a liberdade de participar de um projeto paralelo, um programa menor no WTCR, e por entenderem que um piloto é movido a desafios e que quer estar sempre correndo. Tenho ótimas lembranças da época do WTCC, que deu origem a esse novo campeonato, então espero que a gente tenha um ótimo ano lá também”, complementou Farfus.