Fiat: Cacá Bueno segura Bragantini e vence corrida 1 da etapa de Curitiba

Cacá Bueno conquistou a primeira vitória na etapa de Curitiba ao segurar André Bragantini por apenas 0s22. A corrida, na realidade, valeu pela rodada de Londrina, onde uma das disputas havia sido cancelada

Cacá Bueno precisou trabalhar para ficar com a vitória na primeira corrida da etapa de Curitiba da Copa Fiat, neste sábado (28). Largando na oitava colocação, o bicampeão do certame se aproveitou dos erros dos adversários para assumir a ponta e seguir rumo à bandeira quadriculada. André Bragantini e Christian Fittipaldi completaram o pódio.

Na realidade, apesar dessa corrida ter acontecido na capital paranaense, ela valeu pela etapa de Londrina, onde uma das provas havia sido cancelada por um problema na nova versão do Linea, o carro usado pela categoria. Por isso, o grid de largada foi o mesmo daquela corrida, com Ulisses Silva largando na ponta por causa da regra do grid invertido.

André Bragantini, Cacá Bueno e Christian Fittipaldi formaram o pódio em Curitiba (Foto: Duda Bairros/MF2)

Apesar disso, mesmo saindo em oitavo, Cacá não demorou muito tempo para assumir a primeira posição. Enquanto abria caminho pelo pelotão, o piloto da Stock Car viu Silva ser desclassificado após um enrosco com Luir Miranda, além da queda de rendimento de Mauri Zacarelli.

Assim, o carioca rapidamente assumiu a primeira colocação, seguido de perto por Fittipaldi. No entanto, para o azar do ex-piloto de F1 e Indy, Bragantini também conseguiu a ultrapassagem faltando apenas duas voltas para o final.

O terceiro lugar não deixou Christian satisfeito. Após a prova, o piloto fez uma reclamação formal na direção de prova ao alegar que Cacá Bueno havia o tocado na briga pela ponta. O vencedor, por outro lado, se defendeu e comemorou o resultado, que embolou a classificação geral da Copa Fiat.

“Ele se queixou que toquei nele quando o passei, mas meu carro nem marca tem. Foi uma corrida animada. Não larguei bem, mas consegui me acomodar depois de alguns toques. Já no final, o Andrezinho estava muito rápido e me passaria se tivessem mais algumas voltas. Agora, o campeonato ficou embolado, o Christian, eu e o André mais próximos”, declarou.

A quarta colocação ficou com Wellington Justino, enquanto Leonardo Nienkotter terminou em quinto. O grupo dos dez primeiros ainda teve Cesinha Bonilha, Popó Bueno, José Vitte, Mauri Zucarelli e Fernando Nienkotter. A segunda bateria da Copa Fiat em Curitiba está marcada para as 10h05 deste domingo, enquanto a terceira, para as 13h20.

Copa Fiat, Curitiba, corrida 1:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube