Huff termina em segundo na corrida 2 em Macau e conquista título do WTCC em 2012. Menu vence

Robert Huff conquistou o título do WTCC na última corrida do ano, em Macau. Esse foi o primeiro triunfo do britânico no certame, justamente no ano em que a Chevrolet anunciou que está deixando as pistas

Robert Huff é o campeão da temporada 2012 do WTCC. O piloto inglês conquistou o segundo lugar na corrida 2 da etapa de Macau, neste domingo (18), garantindo o título e selando uma era de glória da Chevrolet, já que a montadora americana não vai retornar ao certame no próximo ano. A vitória ficou com Alain Menu.

Para Huff, a segunda corrida no Circuito da Guia começou antes mesmo da largada, já que a equipe precisou correr contra o tempo para deixar o carro pronto. O piloto havia se acidentado na primeira bateria, danificando a suspensão do carro, que precisou ser reparada. Apesar do trabalho, tudo ficou pronto a tempo, e o inglês partiu para a largada.

Robert Huff ficou com o título do WTCC em 2012 (Foto: WTCC)

Quem começou a prova na frente foi Norbert Michelisz, que conseguiu ultrapassar Alex McDowall. Entre os carros da Chevrolet, Alain Menu rapidamente alcançou a quarta colocação, buscando rapidamente chegar à liderança para tentar manter vivas as esperanças de ficar com o título.

Por isso, o piloto suíço foi bem mais agressivo durante toda a prova. Tanto é que, na segunda volta, ele já havia ultrapassado Pepe Oriola. No giro seguinte, foi a vez de tanto Michelisz quanto McDowall ficaram para trás.

O jovem piloto britânico, aliás, não teve um bom dia em Macau. Tentando brigar por um lugar no pódio, o piloto foi tocado por Yvan Muller, na Curva Mandarim, e arremessado à barreira de proteção a 235 km/h. O carro ficou completamente destruído, com o safety-car sendo acionado para que a pista fosse limpa.

Quem se aproveitou da paralisação foi Huff, que superou Muller, assumindo a segunda colocação.

Antes do final da prova, o carro de segurança mais uma vez foi acionado. Na luta pela vitória entre os pilotos independentes, Pepe Oriola bateu em Michelisz, fazendo a BMW do húngaro capotar, o que destruiu uma barreira de proteção. Por isso, a corrida só recomeçou quando os reparos foram feitos.

Por causa das interrupções, Menu não foi mais ameaçado pelos demais carros da Chevrolet e pôde celebrar a vitória. No entanto, quem se deu melhor foi Huff, que comemorou o primeiro título na categoria com o segundo lugar em Macau. Muller completou o pódio. Tiago Monteiro finalizou em quarto, seguido por Darryl O’Young, mais uma vez vencedor entre os independentes.

Franz Engstler, Aleksei Dudukalo, Fredy Barth, Tom Boardman e Fernando Monje completaram o grupo dos dez primeiros.

Com os resultados de Macau, Huff ficou com o título, ao somar 413 pontos. Menu, com 401, terminou em segundo, enquanto Muller foi o terceiro, com 393. Tarquini encerrou em quarto, com 252. Entre os independentes, o título ficou com Norbert Michelisz.

WTCC, Macau, corrida 2, final:

 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube