Loeb realiza primeiro treino com protótipo da Citroën no WTCC, mas não fica satisfeito com resultado

Sébastien Loeb guiou uma versão modificada do carro usado pela Citröen no WRC no circuito de Valência, mas deixou o circuito após enfrentar problemas no motor e na suspensão. Por isso, a chegada da montadora ao WTCC ainda é uma incógnita

Sébastien Loeb testou um protótipo do carro que a Citroën pretende usar no WTCC, é o que afirma a revista inglesa ‘Autosport’. De acordo com a publicação, o megacampeão do WRC esteve no circuito de Valência, no fim do mês passado, onde guiou um carro baseado no modelo DS3, usado no rali, já que o regulamento de ambos os certames – incluindo os motores de 1,6 L – é semelhante.

Apesar disso, Loeb não ficou satisfeito com o desempenho na pista. Ainda segundo a revista, o equipamento teve problemas no acerto do motor e da suspensão, embora a confiabilidade geral tenha sido boa.

Sébastien Loeb participou de um treino do WTCC em Valência (Foto: Red Bull/Getty Images)

Mesmo esse tendo sido o primeiro treino do projeto da Citroën para o WTCC, a presença da montadora no campeonato ainda não está confirmada. Os dirigentes da empresa ainda vão se reunir para decidir o futuro da empresa no esporte a motor, em uma data ainda não definida, e só aí vão dar à luz verde ao projeto do Mundial de Carros de Turismo.

Por causa disso, a estreia da montadora no certame ainda não tem previsão de acontecer. Se antes eles trabalhavam com a possibilidade de competir junto com a chegada do novo regulamento, em 2014, a temporada de 2015 já se torna uma previsão mais interessante, devido ao curto período de tempo de preparação.

Além de testar o carro da Citroën, Loeb também guiou a McLaren com que vai competir no GT Series.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube