Tréluyer bate McNish e coloca Audi e-tron quattro híbrido na pole-position para 6 Horas de Silverstone

Pela segunda vez consecutiva, Benoit Tréluyer, André Lotterer e Marcel Fässler vão largar na pole-position no WEC. Em um duelo apertado, Tréluyer conseguiu superar Allan McNish no outro protótipo da Audi por apenas um centésimo de segundo. A Toyota ficou na terceira posição

O R18 ultra pode ser o modelo antigo da Audi, mas está longe de ser obsoleto. Com Allan McNish ao volante, o protótipo fez frente ao e-tron quattro, o carro híbrido, e acabou batido por Benoit Tréluyer por somente um centésimo de segundo, em uma briga particular que valeu a pole-position para as 6 Horas de Silverstone.

A volta voadora de Tréluyer – 1min43s663 – garantiu ao trio do carro número 1 da montadora de Ingolstadt a segunda pole consecutiva no WEC. Ele, André Lotterer e Marcel Fässler já haviam largado na posição de honra do grid em junho, nas 24 Horas de Le Mans, prova que venceram. Líderes do campeonato, McNish e Tom Kristensen estarão ao seu lado no tentando manter a dianteira no Mundial.

O duelo entre o e-tron e o ultra foi apertado (Foto: Audi Motorsport)

A Toyota esteve por perto na disputa pela pole até os cinco minutos finais da sessão de classificação. Neste momento, McNish e Tréluyer entraram nos boxes para colocar pneus novos. O escocês foi o primeiro a registrar volta e assumir a pole provisória, mas foi superado quase que imediatamente por Tréluyer. O piloto do R18 ultra ainda teve mais uma chance de buscar o primeiro lugar, mas não conseguiu por um fio de cabelo.

À bordo do protótipo japonês, o TS-030, estava Nicolas Lapierre, que assegurou o terceiro lugar no grid de largada, sete décimos atrás. Seus companheiros são Alexander Wurz e Kazuki Nakajima. Completando a segunda fila estará o trio formado por Danny Watts/Nick Leventis/Jonny Kane, o melhor das equipes privadas na LMP1, que compete com um Strakka HPD.

Nicolas Minassian colocou o Nissan-Zytek da equipe Jota na primeira posição da LMP2 a 60 segundos do fim, mas havia tempo demais para que os rivais descontassem essa diferença, e ele acabou em terceiro. Alex Brundle, filho do ex-piloto de F1, Martin, com quem divide o carro da Greaves, marcou 1min49s964 para assegurar a pole da categoria, oitava posição no geral. Stéphane Sarrazin ainda conseguiu se colocar na segunda posição.

A classificação dos carros de GT, que aconteceu antes dos protótipos, começou com uma pista molhada, mas que secou a tempo de os pilotos colocarem pneus slicks para os minutos finais de sessão. A pole-position da GT Pro ficou com James Walker, que divide uma Ferrari com Jonny Cocker. Já o melhor piloto da GT Am foi Stuart Hall.

Único brasileiro a participar das 6 Horas de Silverstone, Fernando Rees e seus parceiros, Patrick Bornhauser e Julien Canal, que competem na GT Am se classificaram na 34ª posição no geral, sétimo lugar na categoria. Jaime Melo não está na Inglaterra, já que sua equipe, a Luxury Racing, abriu mão de correr em Silverstone devido a problemas financeiros. O time tenta viabilizar a viagem ao Brasil para as 6 Horas de São Paulo, próxima etapa do WEC, marcada para 15 de setembro.

A largada para a quarta etapa do Campeonato Mundial de Endurance está marcada para as 8h (de Brasília) deste domingo (26).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube