Truck Series: acidente de Dillon garante título de Buescher. Gale vence em Miami em final polêmico

James Buescher conquistou o título da temporada 2012 da Nascar Truck Series após o principal rival, Ty Dillon, bater na penúltima volta. A vitória da prova ficou com Cale Gale, que jogou o carro para cima de Kyle Busch para terminar na frente

Não faltou emoção na decisão da Nascar Truck Series, nesta sexta-feira (16), em Homestead-Miami. Melhor para James Buescher, que conseguiu superar a confusão das últimas voltas para se tornar o campeão da temporada 2012, mesmo terminando em 13º.  A vitória, porém, ficou com Cale Gale, que empurrou Kyle Busch no muro, em uma manobra polêmica, para triunfar por apenas 0s014. Nelsinho Piquet completou em quarto, seguido por Miguel Paludo.

Apesar de todo o drama nas voltas finais, em Homestead, a corrida na verdade foi bastante monótona. Quem começou na frente foi Parker Kligerman, que havia largado na pole-position, mas o americano não foi páreo para o bom desempenho de Nelsinho Piquet. O brasileiro, porém, não teve um bom trabalho nos boxes e acabou perdendo a ponta para Kyle Larson.

Cale Gale jogou Kyle Busch no muro para vencer em Homestead (Foto: Nascar)

O atual campeão da Nascar East, por sua vez, teve problemas para tracionar nas relargadas, permitindo que Kyle Busch assumisse a primeira colocação. Faltando apenas duas voltas para o final, o piloto da principal divisão da Nascar se defendia dos ataques de Matt Crafton, enquanto começava a ser pressionado por Ty Dillon.

Dillon lutava pelo campeonato e sabia que se conseguisse mais uma ultrapassagem se colocava em uma boa posição para ficar com o caneco. Ao mesmo tempo, Buescher, que andava apenas dentro do top-15, foi informado da posição do adversário e precisou acelerar para não deixar o título escapar.

 No entanto, a reação do piloto não precisou durar muito. Enquanto tentava se aproximar dos líderes, Dillon foi surpreendido por Larson, que fazia a ultrapassagem pela trajetória interna. O piloto do truck número 3 tentou bloquear o adversário, mas os dois acabaram se tocando, indo direto para o muro e coletando Ryan Blaney no processo.

Com o equipamento destruído, Dillon deu adeus às chances de ser campeão, deixando a taça com James Buescher. O drama, no entanto, não parou por aí.

Na relargada final, Kyle Busch manteve a ponta, mas logo passou a ser pressionado por Cale Gale. O novato conseguiu colocar lado a lado na última curva e, para garantir a vitória, jogou o carro para cima do rival, bloqueando-o no muro e impedindo a ultrapassagem. Os dois carros cruzaram a linha de chegada praticamente lado a lado, com Gale vencendo por apenas 0s014.

Joey Coulter terminou em terceiro, seguido por Nelsinho Piquet, que ultrapasso cinco adversários nas duas últimas voltas. Miguel Paludo fechou na quinta colocação. O grupo dos dez primeiros ainda contou com Johnny Sauter, Kligerman, Timothy Peters, Justin Lofton e Ross Chastain. James Buescher foi o 13º e Ty Dillon, o 25º.

Com os resultados de Homestead, Buescher foi o campeão de 2012, com 808 pontos. Peters terminou em segundo, com 802, enquanto Coulter foi o terceiro, com 789. Por causa do acidente, Dillon caiu para a quarta posição, com 784. Nelsinho encerrou em sétimo, com 747, enquanto Paludo foi o nono, com 668.

James Buescher é o campeão da Truck Series de 2012 (Foto: Nascar)

O campeão – James Buescher nasceu em 1990, no Texas, e fez carreira disputando campeonatos menores dos Estados Unidos, chegando até a Arca e a Nascar East. Apontado desde cedo como um piloto promissor, o americano estreou na Nationwide, em 2008, mas não teve um bom desempenho, embora tenha largado na pole-position na etapa de Memphis.

Por causa da precocidade, demorou a se firmar em alguma categoria, tendo se alternado até 2010 entre a própria Nationwide e a Truck Series.

Em 2011, o piloto assinou com a equipe Turner para a disputa da temporada completa da Truck, onde era apontado como um dos favoritos. No entanto, logo na segunda corrida do ano, em Phoenix, o piloto não conseguiu se classificar, praticamente dando adeus às chances de título.

Surpreendentemente, ele conseguiu se recuperar e até mesmo liderou a tabela de pontos na metade do campeonato. O problema é que uma pane seca na penúltima corrida, no Texas, acabou com suas chances.

O ano de 2012 começou melhor para o piloto. Depois de se casar com a filha do chefe de equipe durante a pré-temporada, o americano venceu de forma surpreendente a prova da Nationwide em Daytona. Naquela corrida, Buescher era o 11º na última volta, mas foi beneficiado por um acidente que envolveu os dez primeiros para terminar com a vitória.

Na Truck Series, o piloto se mostrou dominante em circuito de 1,5 milha, tendo conquistado quatro vitórias nesse tipo de traçado. James ainda terminou outras seis corridas entre os cinco primeiros para terminar com a taça de campeão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube